Segunda, 08 Junho 2020 09:29

MAIS UM MILHÃO DE REAIS EM EPI'S

Avalie este item
(1 Votar)

TJRR disponibiliza R$ 1 milhão em equipamentos, EPIs e materiais de limpeza em menos de três meses...Diversas instituições no Estado já foram beneficiadas com doações de equipamentos como máquinas de costura, EPIs e produtos de limpeza para combater o Covid-19

Entre os beneficiados está o sistema prisional do Estado, onde reeducandas estão atuando com máquinas de costura e tecidos doados pelo TJRR para produção de máscaras de proteção e jalecos para serem doados a unidades de saúde em Roraima.

Desde o dia 23 de março, o TJRR (Tribunal de Justiça de Roraima) tem disponibilizado recursos oriundos de penas e medidas alternativas para a aquisição de equipamentos, materiais de limpeza e EPI's (Equipamentos de Proteção Individual), que têm sido doados a instituições diversas do Estado, visando contribuir com o combate à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) em Roraima.

Até o momento, R$ 1 milhão em recursos da Vepema já foram disponibilizados pelo Poder Judiciário do Estado.

Foram beneficiadas as seguintes instituições: Sesau (Secretaria Estadual de Saúde), com foco no HGR (Hospital Geral de Roraima); Sejuc (Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania), com foco nas unidades prisionais do Estado; Semsa (Secretaria Municipal de Saúde), visando atender ao Hospital Infantil Santo Antônio; Exército Brasileiro, direcionado ao Hospital de Campanha da Operação Acolhida; CSE (Centro Socioeducativo Homero de Souza Cruz Filho) e Prefeitura de Rorainópolis.

COMEÇANDO HOJE

Nesta segunda-feira, dia 8, novas instituições deverão ser beneficiadas: Associação de Bem com a Vida, Associação Anjos de Luz, Casa do Vovô e Abrigo Infantil. A entrega das doações está programada para as 11 horas, na frente do Palácio da Justiça, no Centro Cívico de Boa Vista.

O presidente do TJRR, desembargador Mozarildo Cavalcanti, assegura que a intenção é seguir fazendo tudo que estiver ao alcance do Poder Judiciário para o combate dessa pandemia em Roraima.

“Além dos cuidados e assistência que estamos adotando com todos os nossos magistrados e servidores, para o Poder Judiciário de Roraima é fundamental participar do combate à pandemia em favor de toda a sociedade. Por isso, além de disponibilizarmos os recursos da Vepema para aquisição de materiais de limpeza e EPI's que estão sendo usados em diversas instituições, também suspendemos obras e abrimos mão de R$ 4,5 milhões em emenda parlamentar, para que esses recursos possam ser empregados na saúde pública”, declarou.

SISTEMA PRISIONAL

Dentre as instituições que já foram beneficiadas, os resultados são apontados pelos gestores. É o caso do sistema prisional, onde os materiais e equipamentos estão contribuindo de forma efetiva no desenvolvimento das atividades de prevenção e combate ao Covid-19.

O secretário estadual de Justiça e Cidadania, André Fernandes, explica que o trabalho gerado pelas doações vai além da proteção. “É de grande valia. Até porque sabemos a dificuldade que estamos tendo para aquisição de EPIs no Brasil e em todo mundo. Essa parceria entre o Poder Executivo e o Judiciário sempre traz bons frutos. Hoje, com as máquinas de costuras doadas, estamos produzindo máscaras e vamos começar a produção de jalecos, para também destiná-los não só ao sistema penitenciário, mas as unidades de Saúde do Estado”, comentou o secretário.

DIFERENÇA

Na Saúde Estadual, a diretora do HGR, unidade que atende a maioria dos pacientes que estão doentes ou com sintomas da Covid-19, Débora Maia, explica que as doações estão fazendo a diferença na execução dos trabalhos. “Em meio ao cenário atual de pandemia pelo Coronavírus e o alto consumo de EPIs, aliados a dificuldade de aquisição deles [EPIs], parcerias feitas como a Tribunal de Justiça colaboram e muito para garantia da assistência aos pacientes que necessitam vir até o hospital, além de tornar segura a rotina dos profissionais”, observou a diretora da unidade de saúde.

No Centro Socioeducativo, os benefícios das doações também refletem positivamente na proteção diária dos adolescentes e servidores. O diretor, Sheine Alves Castro, considera as doações um ato de preocupação e proteção do Poder Judiciário para com o Centro e toda a sociedade.

“Tratamos com adolescentes que cometeram atos infracionais. Não temos nenhum caso até agora e para isso, estamos tomando todas as medidas. Foi feito um plano de contingência, que para ser desenvolvido, necessitávamos do material. Portanto as doações do tribunal vieram em ótima hora. Todos os adolescentes e servidores estão usando máscaras. Está ainda sendo feita a higienização de todos que precisem entrar no Centro, nas duas unidades, tanto feminina quando masculina. A gestão só tem a agradecer o ato do tribunal. Vamos vencer essa pandemia”, ressaltou o gestor.