Sexta, 15 Maio 2020 18:28

NÃO TOLERANDO IRREGULARIDADES

Avalie este item
(1 Votar)

REDAÇÃO AgNorte.com.br

Mantendo firme o timão do barco de seu governo, Antonio Denarium não tem medido esforços para que o Estado, desde que assumiu em janeiro do ano passado, possa realmente quitar as dívidas enormes deixadas por governos passados, que saquearam Roraima, e seguir forte para um ano que seria vindouro.

Porém, chegou neste ano a pandemia do coronavírus, e tudo teve que ser replanejado, mas, algo que não se tem modificado, e, sim, sido reforçado é o trabalho de transparência das ações governamentais.

QUEDA DE SECRETÁRIOS

Prova disso é que de 2019 para cá, mais de 5 secretários de Saúde passaram pela Sesau que é uma das que mais sofre com os anos de governos roubando, desviando recursos, numa quadrilha que tem a suspeição de políticos envolvidos em meio a um empresariado canalha. Ao menor surgimento de algo suspeito, cheirando a olícito, Denarium determina medidas firmes para que sejam constatadas irregularidades nos processos de compras da Sesau - Secretaria de Saúde.

Diante disto, Denarium chamou os devidos órgãos fiscalizadores e controladores para que tomassem providências. Afirmando que não aceitará nada fique em suspeição, o governador determinou agora a suspensão do pagamento à empresa, que está envolvida por suspeita no processo, que pode esatr realmente contaminado. Ou seja, pode estar com atos ilícitos.

O Governo Denarium encaminhou ofício para o Ministério Público de Contas, Assembleia Legislativa, Tribunal de Justiça, Tribunal de Contas e Superintendência Regional da Polícia Federal. Lá, o governador narra, em ordem cronológica, de todos os acontecimentos e medidas adotadas pelo seu Governo diante de irregularidade processuais dentro da Sesau.

Para garantir sempre não só na Sesau, mas, a transparência em toda máquina governamental, Denarium informa ainda neste documento às autoridades as muitas iniciativas tomadas por ele junto aos órgãos de controle e fiscalizações externas, no sentido de garantir a licitude de todo os emepnhos.

PRIMEIRA ATENÇÃO

Entre as ações apresentadas no Ofício está o acontecimento inicial relacionado à contratação de empresa para produção cartilhas orientativas sobre a COVID-19 pela Sesau, onde o material solicitado pela Secretaria "estava com cotação acima do valor de mercado".

Segundo o governador Antonio Denarium foi diante desse fato, ocorrido no dia 09 de abril, que se levantou a suspeita de que poderia haver mais irregularidades na Sesau.

“Chegou ao meu conhecimento que a Secretaria de Saúde estava mandando produzir cartilhas orientativas sobre a COVID-19, e que a cotação estava acima do valor de mercado. Imediatamente mandei suspender a produção dessas cartilhas e determinei a suspensão de todo e quaisquer procedimentos de instrução processual que tivesse como objetivo o pagamento à empresa”, informou.

INTERESSE DE REVELAR TUDO

Ainda no documento, o Governo de Roraima deixa claro aos órgãos de controle e de fiscalização que "é de total interesse em esclarecer os fatos, tanto que após a compra superfaturada de respirados, no de valor R$ 6.464.730,00, ainda na gestão do ex-secretário, Francisco Monteiro".

Outra prova de que não vei para tolerar nenhum ato desleal, ilegal em sua administração, Antonio Denarium exoneur os mais de 5 secretários de Saúde, e, agora, o bloqueio e suspensão do pagamento da empresa, além de solicitar a devolução dos recursos financeiros.