Quarta, 13 Maio 2020 10:14

REFORÇANDO A PROTEÇÃO DOS POLICIAIS

Avalie este item
(1 Votar)

A PCRR (Polícia Civil de Roraima) recebeu EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) para prevenção ao Coronavírus COVID-19. O material foi entregue na manhã desta terça-feira, 12, pela Sesau (Secretaria de Saúde) e Adepol (Associação dos Delegados), na sede da Delegacia Geral. Dentre os EPIs, constam 100 kits de testes rápidos destinados ao Gabinete Interno de Gerenciamento de Crise, responsável em atender aos profissionais da instituição com suspeita de Coronavírus doados pela Sesau e a Adepol doou 300 máscaras.

O presidente da Adepol, delegado Cristiano Camapum, e o vice-presidente, delegado Jorge Wilton Nepomuceno, entregaram as máscaras ao delegado geral, Herbert de Amorim Cardoso. Segundo Camapum, a entrega faz parte da contribuição da Adepol à Polícia Civil, como forma de auxiliar os colegas de trabalho neste momento de pandemia.

O delegado geral agradeceu o apoio da Adepol e disse que a doação vai contribuir para a proteção dos policiais que atuam nas delegacias. Ainda pela manhã, as máscaras começaram a ser entregues nas unidades policiais.

EPIs entregues pela Sesau

Segundo o delegado geral, Herbert de Amorim Cardoso, a Sesau disponibilizou para a Polícia Civil 100 kits para testagem rápida da COVID-19, máscaras descartáveis PFF2-S com válvulas, aventais descartáveis com elástico no punho, luvas cirúrgicas em três tamanhos, luvas nitrílicas, lancetas, álcool em gel e toucas descartáveis.

“Com a instalação do Gabinete Interno de Gerenciamento de Crise, formamos uma equipe para atender aos policiais com agendamento, acompanhamento e testagem rápida. Inclusive, dois servidores, uma escrivã acadêmica de Medicina e um odontolegista, foram treinados para fazer o teste nos policiais e familiares. Há uma grande dificuldade não somente em Roraima, mas em nível mundial, de falta de equipamento de proteção, mas a Delegacia Geral tem trabalhado para atender aos servidores da melhor forma possível”, disse.

Medidas de proteção aos policiais civis

Herbert de Amorim Cardoso destacou que vem adotando medidas visando a proteção dos policiais e do cidadão que busca os serviços da polícia. Dentre as medidas, consta a suspensão do registro de BO (Boletim de Ocorrência) presencial na unidade de polícia.

“Fortalecemos a Delegacia Online e ampliamos os tipos de naturezas de crimes a serem registrados. Eram antes somente três, mas hoje ofertamos 13 tipos. Também colocamos aparelhos de telefone celular nos distritos policiais, fazendo ampla divulgação dos números ao cidadão. Paralelamente, afastamos os servidores que fazem parte do grupo de risco, para que fiquem em home office e criamos o Gabinete Interno de Gerenciamento de Crise, para atender nossos profissionais. Desta forma, nossa meta é proteger o máximo possível os policiais civis”, afirmou o delegado geral.

Cardoso disse ainda que tem trabalhado para garantir EPIs aos policiais, principalmente aos que trabalham em unidades policiais mais sensíveis, tais como Central de Flagrantes, Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), Custódia, IML (Instituto Médico Legal), IIOC (Instituto de Identificação Odílio Cruz) e IC (Instituto de Criminalística).