Quinta, 02 Abril 2020 10:44

PARCERIA DO MPRR E GOVERNO

Avalie este item
(0 votos)

Por meio de mais uma parceria exitosa com o MPRR (Ministério Público de Roraima), o Governo de Roraima conseguiu atender de forma satisfatória as demandas de saúde de detentos da Pamc (Penitenciária Agrícola de Monte Cristo), considerada a maior unidade prisional do Estado.

 De acordo com o relatório da CGAB (Coordenadoria Geral de Assistência Básica), o balanço final das ações realizadas durante o mutirão de saúde resultou em 2.044 atendimentos.

Conforme o coordenador geral interino de Atenção Básica da Sesau (Secretaria de Saúde), Hélder Fernandes, o resultado é considerado positivo.

“A Sesau, juntamente com a Sejuc [Secretaria de Justiça] e Ministério Público, realizou esta ação de saúde entre os dias 09 e 27 de março, onde durante duas semanas e meia atendemos a todos os reeducandos daquela unidade, da forma mais humanizada possível”, disse.

PRORROGADA

Inicialmente, a ação terminaria no dia 20, entretanto, acabou sendo prorrogada até o dia 27. Além dos servidores que já atuam na unidade de saúde da Pamc, a iniciativa ganhou o reforço de mais profissionais, o que possibilitou a ampliação da assistência em saúde para todos os reeducandos da unidade. 

“Para esse mutirão, levamos três clínicos gerais, dois infectologistas e dois dermatologistas, contando ainda com suporte de enfermeiros, assistentes sociais, psicólogos, farmacêuticos, técnicos de enfermagem, dando uma maior atenção para aquelas pessoas”, destacou.

Na primeira semana da ação, que foi do dia 09 ao dia 13, por exemplo, foram realizados 847 atendimentos, sendo 323 para a especialidade de clínico geral, 195 para infectologia e 329 para dermatologia.

Na segunda semana, realizada no período de 16 a 20, foram mais 751 atendimentos. Deste total, 359 foram para clínico geral, 294 para infectologia e 98 para dermatologia.

Já na terceira e última semana de mutirão, realizada de 23 a 27 de março, foram feitos 446 atendimentos, sendo 297 para clínico geral e 149 para a especialidade de infectologia.

“Com essa ação, o Governo de Roraima, por meio da Sesau, demonstra que se preocupa com os reeducandos da Pamc. Além disso, semanalmente nós temos duas equipes, nos dois horários, para realizar todo o trabalho de atenção em saúde desses reeducandos, mostrando que esse é um trabalho que não para”, completou.