Domingo, 29 Março 2020 14:34

VACINA DA GRIPE NÃO É CURA DO CORONAVÍRUS

Avalie este item
(1 Votar)

Por Jamile Carvalho

Após receber a dose da vacina contra a gripe, algumas pessoas apresentam reações leves como mal-estar e febre, que duram no máximo dois dias. Esses sinais são considerados normais. A Secretaria Municipal de Saúde alerta a população para não confundir esses sintomas com os da Covid-19.

Os esclarecimentos são para evitar que as pessoas se dirijam a uma unidade de saúde sem necessidade e, assim, diminuir o risco de exposição ao coronavírus. A médica Maria Vauliam explica que as reações da vacina são leves e diferentes dos sintomas da Covid-19, sendo a principal diferença a intensidade.

“As reações da vacina são leves: mal-estar, dores no corpo, mas nada que impeça a realização das atividades diárias. Já a Covid-19, os sintomas são mais fortes, os sinais de alerta são dor no peito, a tosse é muito mais intensa, falta de ar. Nesse caso não tem como confundir”.


Reações provocadas pela vacina costumam ser leves e duram no máximo dois dias.

Nesta primeira etapa da campanha de vacinação contra a gripe estão sendo imunizados idosos e trabalhadores da saúde. Apesar das reações leves apresentadas, é importante que os grupos prioritários recebam a dose da vacina, pois assim ficam protegidos dos vírus circulantes da influenza. As reações são sinais que o organismo está produzindo os anticorpos necessários para o combate à doença.

Campanha

Nesta primeira fase estão sendo vacinados os idosos e trabalhadores da saúde. Neste momento de pandemia, a orientação é de que a prioridade das doses seja para os profissionais que estão atuando na linha de frente dos atendimentos em combate ao coronavírus. Os profissionais que atuam na rede privada precisam levar declaração de sua instituição.

Em relação aos sintomas da Covid-19, a orientação é permanecer em casa, só se dirigir até a uma unidade de saúde, caso necessário, pois evita aglomeração e possíveis contágios.