Sábado, 28 Março 2020 14:24

JALSER CHANCELANDO AÇÕES DO GOVERNO

Avalie este item
(0 votos)
Aqui, eles têm tempos ainda para risos e amenidades Aqui, eles têm tempos ainda para risos e amenidades

Assembleia Legislativa vai priorizar votação de projeto para criação do programa Renda Cidadã

REDAÇÃO AgNorte.com.br

Em tempos de coronavírus, e tendo uma Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) altamente parceira do Governo DEnarium, istoporque o presidente da Casa dep. Jalser Renier é agora o titular amigo número Um do governador, então diante desta pandemia do vírus, em sessão extraordinária, deputados se reuniram para afirmar em voto que vão priorizar o Projeto de Lei, que virá do Governo, para criação do programa (mais um) Renda Cidadã.

Trata-se de mais uma ação de política social para auxiliar famílias de baixa renda.

Segundo a titular da Setrabes, Tânia Soares, a intenção inicial é atender 3 mil famílias em condições de extrema pobreza e vulnerabilidade social com um auxílio de R$ 200 por mês por um ano (podendo ser prorrogado por mais dois anos).

Para tanto, o Governo Denarium destina verba de R$ 7,6 milhões para esta finalidade.

 

Segundo Soares, objetivo é amenizar o cenário de vulnerabilidade social que Roraima enfrenta, seguindo uma política do Suas (Sistema Única de Assistência Social), que tem o combate à fome como uma das principais diretrizes da ONU (Organização das Nações Unidas). A secretária apresentou nesta reunião com os deputados, dados e afirmou que, somente em Boa Vista, 53.975 pessoas vivem na faixa de extrema pobreza, o equivalente a 9% da população. Nessa faixa, as famílias têm uma renda mensal de, no máximo, R$ 89 reais por pessoa.

O 'Renda Cidadã'faz parte do programa 'Roraima Verde', onde diretamente se combate à fome: A Horta Comunitária Cidadão, que deve atender cerca de 180 família; e o Minha Horta Cidadão, que irá atender outras 200 famílias.

Isto é um indicativo que o Goveno DEnarium está já com as contas em dia, e podendo fazer tais incrementos sociais.

Com o absurdo números de pedintes pelas ruas de Boa Vista, em muitos venezuelanos, fugidos da Ditadura Maduro, deve engrossar o enredo de beneficiários. A ver o que de fato sobrará aos reais brasileiros.