Segunda, 02 Março 2020 11:36

PREFEITURA REFORÇA VACINAÇÃO CONTRA O SARAMPO EM PONTOS ESTRATÉGICOS

Avalie este item
(0 votos)

POR EMANUELE PASQUALATTO

A Prefeitura de Boa Vista, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, continua intensificando as ações de vacinação contra o sarampo na capital. Além dos postos de saúde, vários locais estratégicos estão recebendo as equipes de vacinadores para imunizar a população. Esse reforço na imunização está acontecendo em parceria com igrejas, escolas, comércios e associações, ou seja, as equipes de Saúde da Família estão indo também ao encontro da população. O coordenador de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Romildo Azevedo, destacou que Boa Vista, por ser a capital da primeira infância, aderiu de forma abrangente a estratégia.

“Todos os nossos profissionais da estratégia Saúde da Família estão levando as vacinas o mais próximo possível da comunidade, principalmente nos locais onde não tem UBS ou sala de vacina. É importante ressaltar que a vacina que está sendo oferecida é a tríplice viral, que imuniza contra sarampo, caxumba e rubéola. Basta procurar uma de nossas unidades ou pontos de vacinação com o cartão de vacina. A melhor forma de proteção é a vacinação”, frisou.

Os próximos atendimentos acontecem de 3 a 7 de março, na Unidade Básica de Saúde do Jardim Floresta, das 8h as 12h e das 14h às 18h; no dia 4 de março na Escola Municipal José Arnóbio, no período da manhã e da tarde; e nos dias 10/03, a partir das 8h30, e 12/03 pela manhã e a tarde na Escola Estadual Antônio Ferreira e na Escola Martinha Thury. No dia 11/03, a população pode procurar a Escola Estadual Caranã, manhã e tarde.

Campanha Nacional - A campanha de vacinação contra o sarampo é uma estratégia do Ministério da Saúde para resgatar todas as pessoas que não tem comprovação vacinal, bem como conter a transmissão do vírus e alcançar a cobertura vacinal que é de 95%. O público-alvo da campanha são crianças a partir dos 5 anos até 19 anos, porém pessoas fora dessa faixa etária também podem procurar tanto as unidades básicas de saúde, quanto os pontos estratégicos onde se encontram as equipes de vacinação.