Sexta, 28 Fevereiro 2020 11:38

GORDINHO ACABA COM A CORRENTE DE JUNDIÁ

Avalie este item
(1 Votar)

REDAÇÃO AgNorte

agnorte.com.br

Por Marlen Lima

Apesar de ser um forte crítico das ações politiqueiras de Jeferson Alves, o Deputado Gordinho, como ele mesmo se autotitula...Porém, hoje estando desligado do maior cancro político de Roraima, o senador Telmário Mota, que é só falsete, o AgNorte abre aspas para parabenizar o parlamentar, que traz à tona uma necessária discussão das autoridades federais, e mexe no ímpeto de muito político, que até agora só mostra garganta e muito discurso falso quando se trata do impedimento de veículos na fronteira do Estado com Amazonas, passando pela reserva indígena Waimiri Atroari, das 18horas até às 6horas. A maldita corrente!

Sem medir o que pode de real resultar contra ele, o deputado gordinho gravou vídeo onde expõe mais que um falsete, mas, sim, uma vontade contida em todo cidadão de bem de Roraima, que não entende e não aceita mais esta corrente, que impedia o tráfego de veículos no turno da noite na BR 174 sentido Manaus, e vice versa - a liberação só dava para ônibus interestaduais.

Esse imbróglio de se retirar a corrente deve vir por meio de uma determinação federal, já que a BR 174 é federal, e ali a reserva indígena é de ação federal, a Funai. Assim, tanto o Governo do Amazonas como o de Roraima sempre se viram impedidos de tomar alguma atitude.

Juridicamente se diz que há algo que tramita na justiça solicitando o fim daquela corrente, mas, anos se passam e nada...Agora, a corrente veio a pique, quando o deputado Jeferson Alves foi lá e derrubou o poste que dava sustentação à corrente, e a prórpia corrente foi cortada.

corrente jundia reserva

 

COMO FICA AGORA?

Se hoje mesmo, ou amanhã, lá estará de novo de volta a maldita corrente, não se sabe.

Assim como não se sabe o que virá da parte federal pra cima do parlamentar. Afinal ele agiu de forma impositiva, e agressiva, num ponto em que não faz parte dos não índios, porque a reserva Waimiri tem toda sua proteção legal.

Porém, este ato transloucado de Jeferson expõe este tema que todo político que se candidata a deputado federal e ao Senado afirma que acabará com a existência da corrente lá do Jundiá. Hoje, o que vemos, é só papo. 

Veja o vídeo abaixo

Senadores como Chico Rodrigues e Mecias de Jesus, e o próprio Telmário 'falsete' Mota vieram com este discurso de por fim a corrente de Jundiá. E nada!!

Bom, mais uma vez damos parabéns ao depuatdo Jeferson Alves por sua atitude, que toca numa ferida de décadas, e que isto de fato sirva para acordar nossas autoridades, e especialmente estes deputados e senadores possam se unir e agora cobrar uma posição de fato do ministro Sérgio Moro, que é da Justiça, e certamente é quem deve dar o fim deste ato inconstitucional que o povo de Roraima vive em sua fronteira ao Sul do Estado.