Terça, 17 Dezembro 2019 07:47

VISITA SURPRESA NO HGR

Avalie este item
(1 Votar)

Enquanto o governador Antonio Denaruim não confirma a saída da secretária de Saúde, Cecília Lorenzom, ambos estiveram neste domingo, 15, visitando às dependências do HGR (Hospital Geral de Roraima).

Conforme o governador, a visita surpresa teve como finalidade principal traçar um diagnóstico de como estão sendo realizados todos os procedimentos, desde o atendimento à realização das cirurgias na unidade.

 “Além de visitar a parte do atendimento, nós também verificamos a situação da enfermaria, das UTIs e do Trauma, e por lá nós notamos um grande número de pessoas acidentadas no trânsito. Mesmo com todos os problemas existentes, nós estamos conseguindo atender as demandas atuais. Temos consciência que ainda é preciso fazer mais ações para melhorar essa situação, mas estamos trabalhando para implantarmos um modelo melhor de saúde que venha a ser referência para todo o país”, destacou Denarium.

“Estamos trabalhando arduamente para levar o melhor atendimento para a população roraimense, tanto que já conseguimos zerar vários procedimentos que estavam há anos sem a devida assistência. Mesmo diante de tantas dificuldades, nós estamos promovendo diversas ações para melhorias da saúde e Roraima e eventuais faltas são coisas muito pontuais, mas que não deixam os usuários em risco de comprometer a sua saúde”, afi Roma Cecília.

REFORMAS

As melhorias em ambientes do HGR também foram discutidas durante a ação.

O Bloco E, por exemplo, que é responsável pelo atendimento aos pacientes oncológicos, entrou na semana passada em sua fase inicial de reforma. Também estão passando por melhorias os blocos A, B, C e D.

Além disso, a unidade também passará a contar com um GT (Grande Trauma) totalmente ampliado, resultando assim na abertura de mais 26 novos leitos para a unidade, que ajudarão a atender a população de uma forma mais acolhedora e resolutiva.

 "Hoje nós realizamos uma média de até 40 cirurgias por dia e a nossa fila de espera que já foi de 8 mil, agora é de pouco mais de 3 mil pessoas. Esse número tende a cair porque os procedimentos não pararam, e em breve teremos um HGR totalmente reformado, com número de leitos e centros cirúrgicos ampliados", enfatizou Denarium.

 

NEGOCIAÇÃO E REFORÇO

A expectativa agora é parte dos procedimentos cirúrgicos afetados pela greve geral da Enfermagem voltem a serem realizados nos próximos dias. O Governo já iniciou conversações com a categoria para o fim do movimento grevista.

Na última sexta-feira, dia 13, uma comissão formada por membros do SINDPRER (Sindicato dos Profissionais de Enfermagem de Roraima) foi recebida pelo secretário da Segad, Pedro Cerino. O encontro teve como finalidade discutir, entre outras situações, a implantação do PCCR (Plano de Cargos, Carreira e Remuneração) da categoria, atendendo assim a uma das pautas de reivindicação dos profissionais de saúde do Estado.

Ao contrário do que se tem relatado nos últimos dias, a Sesau não tem medido esforços para atender as demandas da categoria de enfermagem, tanto que lançou na mesma semana edital para contratação temporária mais de 400 novos profissionais de saúde, suprindo assim uma necessidade antiga tanto daqueles que já atuam nas unidades de saúde do Estado, quanto para a população que anseia cada vez mais por uma saúde melhor.