Quarta, 25 Setembro 2019 12:00

SEGURANÇA DEBATENDO NA ALE

Avalie este item
(0 votos)

Cúpula da Segurança Pública discute melhorias de estrutura na ALE...Reunião foi convocada pela Comissão de Segurança Pública e contou com o staf da segurança do Estado

A cúpula da Segurança Pública do Governo de Roraima participou de reunião da Comissão de Segurança da ALE (Assembleia Legislativa), na tarde de terça-feira, 24.

Em pauta, foram abordadas as condições estruturais das instituições de Segurança do Estado e a proposta de melhorias, com metas definidas por meio de um Plano Estadual de Segurança para o período de 10 anos.

Na ocasião participaram o secretário de Segurança Pública, coronel Olivan Junior, o comandante da Polícia Militar, coronel Elias Santana, o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Jean Claudio, o delegado Geral, Herbert de Amorim Cardoso, o comandante da Casa Militar, coronel Elson Paiva e o secretário de Justiça e Cidadania, André Fernandes. Eles expuseram as ações de governo acerca da garantia da segurança pública.

A participação dos representantes do Sistema de Segurança Pública de Roraima, para tratar dos investimentos que estão sendo feitos para a melhoria da prestação de serviço à população, foi proposta pelo deputado Nilton do Sindpol, que preside a Comissão.

Participaram também dos debates, como membros da Comissão de Segurança Pública, os deputados Jorge Everton, Soldado Sampaio e Coronel Chagas.

O encontro foi considerado como uma espécie de “pacto pela Segurança Pública”, onde o objetivo principal foi ouvir as dificuldades enfrentadas pelos representantes do Sistema de Segurança Pública, e, posteriormente propor medidas para solucionar.

 

COMISSÃO

Para o presidente da Comissão, deputado Nilton do Sindpol, é de relevância ouvir os gestores da Segurança Pública de forma a elaborar um planejamento, conforme proposto pelo deputado coronel Chagas com prazo de dez anos.

O parlamentar destacou que serão realizadas audiências públicas voltadas para o sistema de Segurança em todos os municípios, de forma a se construir propostas para melhorias das estruturas de segurança pública, cujos recursos serão apresentados na Lei Orçamentária do Estado.

O deputado coronel Chagas defendeu a importância de se construir um Plano Estadual de Segurança Pública, que deve balizar as ações nesta área.

“Desta forma, caberá aos deputados garantir a dotação de recursos na Lei Orçamentária do Estado, de forma que não tenhamos um plano de governo, mas um plano de Estado voltado à segurança Pública”, disse.

Reunião Cúpula de Segurança Pública 1

PLANO

Jorge Everton destacou a importância de se elaborar o Plano Estadual de Segurança Pública, cujas ações deverão ser executadas de forma interligada, conjunta e que resultarão em pontos positivos à população.

O secretário de Segurança Pública, coronel Olivan Júnior destacou que os debates foram importantes para o fortalecimento do Sistema de Segurança Pública. Ele elogiou a iniciativa do debate, considerado como de “alto nível” e que resultará em ganhos para a sociedade.

No sistema prisional, o secretário da Justiça e Cidadania, André Fernandes, apontou que não se pode falar em Segurança Pública sem destacar o controle do Sistema Prisional, que é considerada uma área rica de informações e que podem contribuir com o combate ao crime.

“Hoje fizemos uma espécie de prestações de contas, pensando em como a Assembleia pode nos auxiliar”, pontuou, ao acrescentar que foi dado um start pelo governado Antonio Denarium, que sancionou a Lei que cria os cargos de Agentes Penitenciários.

“Estamos trabalhando para que o governador autorize a realização de concurso para agentes penitenciários, inicialmente para 100 vagas, mais o cadastro de reservas”, disse.

O delegado Geral destacou que durante a reunião da Comissão de Segurança Pública, foi oportunizado mostrar o trabalho da Polícia Civil, falar da estrutura atual, os projetos que estão em andamento e outros a serem executados ao longo dos anos.

Destacou ainda sobre o índice de solução de crimes de homicídios no estado considerado alto.

“Nosso planejamento estratégico é para dez anos [de 2019 a 2029] e seguindo a orientação do governador, estamos priorizando a construção de delegacias, principalmente no Interior do Estado, com a construção de Delegacias Padrão. Ontem o governador autorizou o aporte de R$ 500 mil, para que possamos fazer a manutenção dos prédios atuais da Polícia Civil e já vamos iniciar a reforma de algumas delegacias. Também autorizou a liberação de recurso estadual para a conclusão da obra do 2º Distrito Policial, no bairro Buritis”, disse.

...

Fotos: Fernando Oliveira