Quinta, 19 Setembro 2019 08:33

TERESA SE REÚNE COM ARTHUR NETO

Avalie este item
(1 Votar)

Prefeitos pedem mais ação do governo federal em relação aos imigrantes venezuelanos em Manaus e Boa Vista 

REDAÇÃO AgênciaNorte

agnorte.com.br

Por Marlen Lima

Uma ideia que nasceu de forma natural, mas, muito pela forma em comum como as duas capitais vivem, quando passam por um problema semelhante - a migração venezuelana, que assola de forma caótica especialmente Boa Vista (RR) e chegando cada vez mais em Manaus (AM).

Assim, diante de um quadro que se torna a cada dia mais delicado socialmente, a prefeita de Boa Vista Teresa Surita, que veio para Manaus como palestrante do Seminário Pacto Nacional Pela Primeira Infância - Região Norte, coordenado pelo Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas, que começa nesta quinta, 19, esteve visitando nesta quarta/18, o prefeito de Manaus, Arthur Neto, que a recebeu acompanhado da primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko Ribeiro. O encontro foi no Palácio Rio Branco, no Centro histórico da Capital.

Teresa disse com exclusividade ao AgNorte que teve uma ideia repentina em procurar Arthur, lhe mandou uma mensagem e o encontro foi marcado. Segundo ela, uma vez que ele é um político experiente, vem enfrentando também de frente esta questão da migração, e por serem amigos de longa data, ainda dos tempos em que a prefeita de Boa Vista era congressista, assim como foi o prefeito de Manaus - tudo isto serviu para que pudessem debater soluções para tais problemas.

Assim, os prefeitos discutiram os reais problemas trazidos por esta migração desenfreada que ambas Capitais sofrem, ficou claro que Arthur e Teresa entendem que isto deve ser compartilhado de forma mais contundente com o Governo Federal, que deve ter ações imediatistas para ajudar a Boa Vista e Manaus a administrar esta alta demanda populacional que sofre as duas Capitais que mais recebem venezuelanos.teresa e artur reunidos5

BEM VINDOS, mas...

Ateder aos que precisam, agir humanitariamente é algo basilar para ambos prefeitos, e isto suas ciades têm acolhido os necessitados, porém, Arthur Neto destaca que apesar do imigrantes serem bem recebidos, as cidades de Manaus e Boa Vista precisam da ajuda federal para poder administrar a estada e dar condições dignas de vida a estes venezuelanos.

“A gente faz o possível, a gente tem solidariedade, mas, precisamos de muita ajuda federal, precisamos da presença do Exército e de um plano que realmente seja posto em prática para poder interiorizar em outros Estados parte dessas pessoas que vieram para Roraima e para o Amazonas. Esperamos menos inércia e mais ação por parte dos governantes”, enfatizou Arthur.

Ao prefeito de Manaus, Teresa Surita explanou dados assustadores quando Boa Vista registra recebe em média, por dia, cerca de 800 pessoas que passam pela fronteira do Brasil com a Venezuela, lá no município de Pacaraima.

E não precisa de muita matemática para ver que os números não somam, e assim todo o sistema de saúde e educação ficam sobrecarregos, e os atendimentos básicos em escolas, unidades básicas de saúde e em hospitais perdem qualidade, "porque não temos como atender a todos de forma satisfatória devido ao grande crescimento devido a migração", salienta prefeita de Boa Vista.

“Em três dias, são 2,4 mil pessoas a mais na cidade e o que nós temos, para dividir com um aumento desses, se torna praticamente inviável. Temos em Boa Vista 6,5 mil pessoas em 11 abrigos, mas, temos outras 3,5 mil pessoas vivendo nas ruas. Essa superlotação na nossa cidade faz com que Manaus comece a receber sempre mais essas pessoas”, relatou a prefeita Teresa Surita.

EXÉRCITO

Para Arthur e Teresa não se duvida da importância da operação Acolhida, coordenada pelo Exército, porém, não é uma ação de controle imediato em relação à realidade vivida no dia a dia com os imigrantes, especialmente em Boa Vista.

“A operação Acolhida é fundamental, mas a imigração é uma situação que o Brasil não sabe lidar, precisa ter mais efetividade do governo federal, pois é uma responsabilidade deles que acaba recaindo em cima dos municípios, por conta da situação e do isolamento que a gente vive aqui na Amazônia”, conclui Surita.

Nesta busca de obter mais apoio e dividir ideias sobre um mesmo problema onde o que se quer são reais soluções, Teresa e Arthur vão agir de forma mais combativa, juntos, diante do governo federal.

A Prefeita Teresa Surita sai da reunião com Arthur Neto certa de que conta com apoio de Manaus. "Nós conversamos muito, pois vvivemos na mesma região e vivemos os mesmos problemas, ultimamente temos aparecido de forma mundial devido às queimadas na Amazônia, e também pela migração venezuelana, que nos causa consequências muito difícieis de resolver como município", disse a prefeita, salientando "que precisamos nos fortalecer, precisamos buscar caminhos para poder apresentar soluções e eu acredito que ele (Arthur) seja uma pessoa competente, com uma história linda para contar, muita experiência, e acho que juntos podemos construir muita coisa, eu como prefeita em Boa Vista e ele como prefeito de Manaus, num tema atual, que todo o mundo fala, que é o meio ambiente, e ,então, foi uma conversa muito boa, e daqui possamos tirar bons frutos".

teresa e artur reunidos

DESDOBRAMENTOS

Sobre o 1º Fórum de Cidades Amazônicas, que aconteceu nos dias 5 e 6 deste mês, Manaus foi sede de um grande debate sobre meio amabiente, sustentabilidade, tecnologia, futuro, entre outros temas, Teresa foi questionada de como via tal evento.

"Eu acho que esta iniciativa do prefeito Arthur Virgílio precisa ter desdobramentos e meu vice prefeito, Artur Henrique, esteve presente, e meu pessoal do Procuradoria, também veio, e este é um assunto que precisa ser discutido. Nós não podemos passar o que passamos agora e deixar esse assunto morrer. Este é um assunto que precisa debater, traz uma consequência dramática para o mundo, se não houver medidas, podemos perder a AmaZônia", destacou a prefeita de Boa Vista.

A respeito de desmatamento, Teresa destacou ainda que Roraima bem como Amazonas estão bem, seus números em preservação são ótimos, e servem de exemplo, "do que temos de mata hoje para mostrar, e precisamos lutar por isso, e eu acho que (...o 1º Fórum de Cidades Amazônicas...) foi o início de algo que precisa ser contnuado".

teresa e artur reunido4s

 ...

Fotos by Bob