Sábado, 18 Maio 2019 12:31

DENARIUM PAGANDO OS ROMBOS DE SUELY

Avalie este item
(0 votos)

REDAÇÃO AgênciaNorte

www.aosdamoridas.com.br

Por Marlen Lima

Não é e agora que a população de Roraima não mais desconfia, mas, sim, tem certeza de que a família Campos - leia-se Suely e filhos - meteu a mão na cumbuca do povo, e daí termos a Saúde um caos, sem medicamentos básicos e contratos pra lá de suspeitos de atos corruptivos; a Segurança onde não sem tem contratos a serem respeitados para sequer obter gasolina para rodagem das viaturas, causando enorme insegurança; a Educação que tem muito contrato superfaturado, e um ensino que já foi um dos melhores do país, porém, capenga hoje com professores insatisfeitos e alunos prejudicados.

Aqui só estas pastas, mas, o caos que o atual governo pegou é em toda esfera da adminstração estadual.

O governador Antônio Denarium tem enfrentado todo esse caos, e chegamos ao fim do quarto mês de seu govenro e parece que nada foi feito. Mas, este sentimento de que não se está avançando é muito das dívidas, do rombo que que se encontrou nas contas do Estado, prejudicando a todo o processo de recuperação da economia. 

Mais.

Ao vermos que muitos ajustes precisam seer feitos na saúde e segurança, por exemplo, os motivos de não se ter mais melhorias, devidamente mais que necessárias, é porque os desvios de Suely Campos são altos, e deixou o Estado muito 'quebraado'.

Mas, Vejamos a última descoberta!

Na Segurança, Denarium descobre mais um rombo, de R$ 39 milhões. Segundo auditoria feita em fevereiro passado revela mais este desvio milionário, tendo a assinatura do Governo Suely Campos - no período de quatro de gestão/2015-2018.

Segundo Denarium, o rombo, recurso federal, partiu do DNIT - Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte -, que seria para atender a recuperação das estradas - seriam três obras de melhorias na BR-174 (sentidos Sul e Norte) e BR-210, no Sul do Estado. 

O Governo Denarium, claro, para poder voltar a ter crédito tem pago uma perversa conta, altíssima, quando nesta semana o Estado pagou uma parcela de acertos de mais de R$2.5 milhões.

Caso Denarium não pague, o Estado fica inadimplente e perde poder de participar de convênios federais. 

CADEIA

Agora, de posse de farta documentação comprobatória do ilícito, o governador encaminha ofícios ao Tribunal de Contas da União (Ofício Seinf 356/19), ao Ministério Público Federal (Ofício Seinf 355/19) e a Controladoria Geral da União (Ofício Seinf 357/19) com pedido de providências necessárias para que os responsáveis sejam punidos com rigor da lei e obrigados a ressarcir o Estado.

"O Estado tem a obrigação de prestar contas da correta aplicação desses recursos, ou devolver ao DNIT. Para isso, tivemos que parcelar esse valor. Nesta quarta-feira, 15, autorizamos o pagamento da primeira parcela, no valor de R$ 2,545 milhões, para que o Estado de Roraima não deixe de receber recursos de convênios do Governo Federal", ressalta Denarium.

Afirmando algo que pode ser sua marca e com isto sofrendo todos os percalços disto, DEnarium afirma que não vai aceitar nenhum tipo de ato espúrio em seu governo, "não toleramos corrupção, nem compactuamos com coisas erradas praticadas em gestões anteriores que ajudaram a levar o nosso Estado ao caos financeiro em que se encontra hoje", afirma ele.

"É com honestidade, transparência e compromisso com a população, que vamos reconstruir o Estado, fazendo do jeito certo, para que Roraima fique meljhor", finaliza o governador.

Abaixo veja o relato do governador e as providências que são exigidas.

...

Com secom Gov RR

 

 

Mídia