Quinta, 02 Maio 2019 11:02

PRESSÃO PARA MAIS RECURSOS PARA SAÚDE

Avalie este item
(0 votos)

APÓS VISITAS TÉCNICAS, COMISSÃO EXTERNA COORDENADA POR NICOLETTI DESTACA QUE RECURSOS PARA A SAÚDE DE RORAIMA SERÃO PRIORIDADE

Em viagem ao estado, nesta segunda (29) e terça-feira (30), comitiva com cinco deputados federais fez uma vistoria nas principais unidades de Saúde de Boa Vista e Pacaraima, além de outros pontos críticos do estado. Segurança Pública também foi apontada como área que demanda por ações emergenciais.

Após uma série de visitas técnicas em pontos críticos de Roraima, os deputados da Comissão Externa coordenada pelo deputado federal Nicoletti (PSL/RR) destacaram que viabilizar recursos para a Saúde será uma das grandes prioridades do colegiado, depois de observarem os profundos gargalos dos sistemas municipais e estadual de Saúde, que vêm sendo sobrecarregados pela imigração venezuelana.

A Comissão Externa da Câmara Federal elaborará um relatório com os dados apurados durante a viagem e com as propostas de medidas a serem adotadas. Segurança Pública também foi apontada como outra área que demanda por ações emergenciais.

A Comissão Externa esteve nos principais hospitais e unidades de Saúde de Boa Vista e Pacaraima. Em todas as unidades visitadas o cenário se repetiu: falta de equipamentos, leitos, medicações, infraestrutura e de profissionais de Saúde para suprir toda a demanda por atendimentos no estado. A sobrecarga nas unidades de Saúde foi apontada tanto pelo Governador de Roraima, Antônio Denarium, quanto pela Prefeita de Boa Vista, Teresa Surita, e o Prefeito de Pacaraima, Juliano Torquato, que acompanharam parte das ações dos parlamentares.

Viagem Comissão Externa Dep. Federal Nicoletti 2

De acordo com p governador Antônio Denarium, pelo menos 50% dos atendimentos emergenciais no estado são para venezuelanos. Já a prefeita de Boa Vista, Teresa Surita destacou a Saúde como ponto mais crítico da Capital no momento, reforçando que o número de atendimentos aumentou consideravelmente com a imigração.

Esse cenário também foi descrito pela diretora do Hospital e Maternidade Nossa Senhora de Nazaré, de Boa Vista, Adriana Casselli de Abreu, que afirmou que 40% dos partos realizados na maternidade são de venezuelanas, sendo a maioria de alto risco, já que muitas não realizam os procedimentos adequados de pré-natal ou chegam com doenças infectocontagiosas ou sexualmente transmissíveis.

INSUPORTÁVEL

“Essa é uma situação que não pode mais ser mantida. O estado vivencia uma crise sem precedentes, especialmente na área da Saúde, serviço de caráter básico que precisa ter condições de atender a toda demanda da população roraimense, mesmo diante da presença dos imigrantes no estado”, reforçou Nicoletti. “À frente dessa comissão externa, estamos delineando formas de viabilizar recursos federais, com vistas a suprir o déficit no orçamento disponível para a pasta a nível estadual e municipal”, completou o deputado federal Nicoletti.

Além de Nicoletti, autor do requerimento que solicitou a criação da comissão, estiveram presentes na comitiva os deputados Eduardo Bolsonaro (PSL/SP), Coronel Chrisóstomo (PSL/RO), Delegado Pablo (PSL/AM), e General Girão (PSL/RN).

Viagem Comissão Externa Dep. Federal Nicoletti 8


Segurança Pública

Além das visitas às Unidades de Saúde do Estado, a comitiva coordenada pelo deputado Nicoletti também esteve na rodoviária da Capital, nos abrigos da Operação Acolhida em Boa Vista e Pacaraima, no Pelotão Especial de Fronteira (PEF) de Roraima e em três pontos da fronteira do estado com a Venezuela, verificando a situação.

No final do dia, durante a coletiva de imprensa e ao lado dos demais parlamentares, Nicoletti chamou a atenção para a falta de policiamento nessa região, devido à carência no efetivo tanto de policiais rodoviários federais (PRF) quanto de policiais federais (PF) na fronteira, déficit que de acordo com o parlamentar, compromete a Segurança Pública em todo o estado, outra área que vem sendo profundamente impactada pela imigração.

“Também estamos engajados em articular e sensibilizar as instâncias superiores do governo quanto à necessidade de convocação dos aprovados no último certame da PRF, assim como da realização de novos concursos para compor os quadros das instituições policiais como um todo no estado, o que se estende às Polícias Civil e Militar, além dos agentes penitenciários, que também têm seus quadros defasados”, reforçou o deputado federal Nicoletti.