Imprimir esta página
Quinta, 21 Março 2019 13:59

CAI O CORONEL, ASCENDE O SOLDADO...

Avalie este item
(0 votos)

REDAÇÃO AgênciaNorte

www.agnorte.com.br

Por Marlen Lima

Mais um furo jornalístico do site AgênciaNorte quando divulgamos que o deputado Cel. Chagas deixaria de ser Líder do Governo Denarium. Em seu lugar o governador escolhe ouvir o que a maioria dos deputados desejam, um político mais antenado com a Presidência do parlamento que está em consoante com o Palácio senador Hélio Campos. 

O  nome escolhido para assumir a Liderança do Governo Denarium é o deputado Soldado Sampaio. 

E cai o coronel e ascende o soldado, ainda que ambos sejam deputados e têm os mesmos poderes, e força política, porém, agora  até coronel deve bater continência ao soldado deputado...Mas, a verdade é que a troca de Líder, que se faz pelo governador, vai ao encontro de anseios políticos onde se quer mais humildade e trato do que empáfia e destrato.

Desde que assumiu o governo, Denarium recebeu de Sampaio, e outros deputados, a confiança que agora vira algo mais afinado, mais alinhado.

Após Chagas se 'queimar’ quando do período da eleição da atual Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, o coronel esteve do lado oposto do presidente da Casa, dep. Jalser Renier, que vingativo, está de certo modo dando o troco, quando empenha seu apoio a Soldado Sampaio.

Numa aliança ainda discreta, sem muitos alardes, o parlamento de Renier age em consonante com o Governo Denarium, numa aproximação estratégica que não se sabe ainda se virão reais frutos do toma lá da cá entre o legislativo e o executivo. Ou seja, ajustes de apoios numa eleição municipal do ano que vem.

A verdade é que Renier impõe sua cartilha e quem rezar tem 'loros’ a receber...

Do Palácio o que se busca é harmonia para que neste primeiro momento ainda conturbado da administração Estadual possa ter tranquilidade para fazer as devidas transações para a recuperação do Estado, e isto passa indubitalvemente pelo legislativo.

...

OUTRO LADO

O deputado Cel.Chagas nos enviou sua posição sobre o material postado de sua saída da Liderança do Governo na Assembleia Legislativa de Roraima. 

Para ele, existe pontos que não são concordantes a respeito de sua posição como Líder, porém, nenhuma surpresa a decisão do governador, já que Chagas afirma que ele mesmo havia feito pedido para sair.

Segundo Chagas, o seu trabalho à frente da defesa do governo já não estava mais tendo objetivo. E os motivos dele são justamente por uma postura governamental que ele discorda.

"Ademais a saída da liderança do governo se deu por minha iniciativa por discordar de alguns pontos da reforma administrativa e, também, por não concordar com cancelamentos dos concursos da área da segurança pública", assegura Chagas.