Terça, 15 Janeiro 2019 12:13

DE UM LADO AUSTERIDADE, DO OUTRO RATOS PERSISTEM...

Avalie este item
(0 votos)

REDAÇÃO AgênciaNorte

www.agnorte.com.br

Por Marlen Lima

Simplesmente vivemos um novo tempo que não permite mais abusos e desrespeito de políticos corruptos, ratos da política que sugam o dinheiro da sua saúde, da educação do seu filho, da segurança de sua família, e destroem sonhos de um Estado, de fato vindouro como temos.

E digo isto porque Roraima de fato está quebrado!

De fato temos um povo cansado de ver tanta corrupção ainda tomando conta, e no nosso caso temos aqui um Estado que há, pelo menos uma realidade em que os últimos três governantes literalmente 'meteram' a mão e surrupiaram o erário público e assim chegamos aonde estamos - falidos, e socialmente arrebentados.

E daí toda uma luta da população em mudar o quadro acima, elegemos um homem que jamais entrou na política, mas tem mostrado que só através de ações duras, firmes, com um governo de fato austero, e comprometido em recuperar de volta o respeito social e o equilíbrio financeiro é que muitas mudanças estão sendo feitas na estrutura governamental.

Agradando ou não a sociedade sabe que é preciso de um remédio e este tem que ser amargo...E Antônio Denarium foi eleito governador como sendo o político que vai dosar este remédio para nos tirar do caos que estamos vivendo. 

Porém, enquanto de um lado da política se busca a transparência, a ética, e a solidificação do real papel da política limpa, altiva vemos do outro lado da rua do palácio governamental um antro que continua exalando um fedor pelos seus atos, isto porque mantém à frente do parlamento estadual um deputado que em suas costas carrega vários processos por atos ilícitos, corruptivos, como compra de votos, o que por sinal se suspeita que foi o que mais houve na eleição da atual Mesa Diretora.

Pior que a coisa só piora quando diante de distorções jurídicas se somam a canalhada política, e aí vemos Yone Pedroso tomar posse como deputada...Agora, ela até pode voltar a ser presa, já que está de fato e (nem tanto) com direito, consagrada deputada... 

Eis que temos uma mulher dissimulada, que foi presa por desvio de 50 milhões de reais, e que tem por trás de si um passado nebuloso, onde tanto ela como o marido Walace, preso, e que estava foragido, ambos são umbilicalmente ligados justamente ao que é considerado o maior Rato da política macuxi, o deputado Jalser Renier. 

E se por passado de um que é recheado de processos corruptivos e a outra que mal entrou na política já mesmo antes de assumir foi presa, o que De fato esperar deste novo parlamento que inicia??

Pior é que este atual parlamento é campeão em pelo menos enxovalhar a cara da sociedade e em cuspir na cara das pessoas e bem, temos deputados que foram presos por justamente 'roubar' o erário público - Jalser, Renanzinho e Yone...Isto se mantém porque a maioria dos deputados votou pela permanência do chefe presidiário, um cara altamente processado, e que pelos arroubos de soberba, pedantismo e violência, lembremos o caso da agressão a prefeita da Capital está aí, ainda no comando da Assembleia Legislativa.

Assim, vemos que este lado da política damorida não evoluiu.

Lastimável!

O que nos acalenta é que Sérgio Moro é ministro da Justiça e em suas mãos está já muitos dossiês de políticos de Roraima, e muita pedra ainda vai rolar neste semestre, e daqui da Colina o site AgênciaNorte verá mais prisões de chefões da política que perderão o mandato, e voltarão/ficarão presos onde é o devido lugar para esses ratos e ratazanas políticas.