Sábado, 29 Dezembro 2018 09:30

UMA CÂMARA MAIS HONESTA E TRANSPARENTE

Avalie este item
(0 votos)

"...O que se sabe é que Mauricélio, claro, canalhamente ainda deseja concorrer à justiça para que a decisão do juiz Malett seja derrubada. Ele não é homem..."

REDAÇÃO AgênciaNorte

www.agnorte.com.br

Por Marlen Lima

Assim como diz nosso título, é o que se espera a partir do dia 1º de janeiro de 2019, que caso nada mude até lá, vai assim prevalescer a decisão do Juiz Convocado Luiz Fernando Mallet, que deferiu o pedido do vereador Renato Queiroz onde ficou suspensa a recondunção automática da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Boa Vista a partir de janeiro do ano que vem.

Isto põe fim ao ato ilegal que de forma torpe foi feito pelo atual presidente da Casa, vereador Mauricélio Fernandes, que de forma ilícita conduziu uma votação repleta de atos afrontosos ao regimento interno da Câmara. Ele quis dar um golpe na cara dura dos demais vereadores, tentando se reconduzido presidente para mais dois anos de mandato - 2019/2020.

Acabou a farsa!

O que ocorrerá de imediato ao dia 1º janeiro que vem, com esta decisão do juiz Malett, é que restabelece a normalidade, a legalidade em os vereadores se reunirem para eleger um novo presidente da Câmara de Boa Vista para o biênio de 2019-2020, assim como determina o regimento interno. E hoje existêm dois nomes fortes que surgem no cenário nesta disputa para presidir a Casa. Dois nomes que representam um grupo que está ligado diretamente a base da prefeita Teresa Surita. Grupo este formado por 12 vereadores. 

Porém, Teresa não conta só com este 12 vereadores que defendem seus projetos, mas, dos 8 vereadores restantes, quase todos, e aí inclui o cretino Mauricélio, também tem votado mais a favor da Prefeitura, pelo bem da população de Boa Vista.

O que se sabe é que Mauricélio, claro, canalhamente ainda deseja concorrer à justiça para que a decisão do juiz Malett seja derrubada. Ele não é homem de colocar a cara à tapa de novo para concorrer de forma limpa para presidente da Casa. E do seu grupelho dificilmente surja dali um nome que venha ter mais de 3 votos.

Assim, até o dia 1º de janeiro que vem é bem provável que um dos nomes - Zélio Mota e Renato Queiroz, ambos aliados de primeira hora de Teresa, deverá ceder em prol do outro para que não haja confronto de chapas entre o time que esteve brigando na justiça para que a atual Mesa Diretora não continuasse de forma inócua no comando da Câmara de Boa Vista, para os próximos dois anos que vem.

Na bolsa de apostas, tanto Zélio como Renato representam um parlamento de fato altivo, eloquente, e são dois nomes que têm sintonia do parlamento. Porém, o Líder da prefeita de Boa Vista tem sido visto como um político mais aglutinador, ainda que Renato tenha se mostrado bastante aguerrido.

Para Teresa é certo que para Boa Vista Mauricélio não foi ruim presidente, ele manteve apoio a muito dos projetos da Prefeitura, porém, a forma que ele se elegeu e o golpe que tentou dar à frente da Mesa Diretora, querendo ser reeleito automaticmente, e além dos muitos atos obscuros que indicam forte corrupção no parlamento municipal - caso das diárias e com um vereador até hoje preso.

Mais.

Até a Polícia Federal bateu cedo na casa de Mauricélio, porque ele é alvo da Operação Ambitus, que invsetiga esquema criminoso de 'compra de votos' e associação criminosa nas eleições de 2016 para se eleger vereador, em 2016. E tudo isto resultou muito negativamente para a Casa.

Assim, o ano fecha de forma muito otimista para o parlamento municipal, e ganha não só a Prefeitura em ter um forte aliado para o bem da Capital, mas, sim, a população de Boa Vista poderá ter mais orgulho da Casa do Povo, e que dali a ressonância de fato seja a partir de 2019 mais altiva, ética e transparente!