Segunda, 10 Dezembro 2018 11:24

200 MILHÕES NÃO PAGAM TODOS SERVIDORES

Avalie este item
(0 votos)

...MAIS DE 350 MILHÕES DE REAIS PODE NÃO SER SUFICIENTE PARA PAGAR SALÁRIOS...

REDAÇÃO AgênciaNorte

www.agnorte.com.br

Por Marlen Lima

Vem a ajuda tardia do governo federal, mas, nunca desnecessária, que é a intervenção federal, que começa hoje, 9. Porém, uma notícia preocupante vem do deputado federal Jhonatan de Jesus, que foi um dos fortes interlocutores junto ao Congresso Nacional, e ao Palácio Planalto para que recursos e a solução de internvenção ocorresse em Roraima. Segundo ele, existe a possibildiade de que os 200 milhões de reais que deverão vir para pagar os servidores não atenda a toda demanda exigida. 

Vamos lembrar que não se pode dizer que a bancada federal de Roraima tenha deixado de fazer sua parte para que o governo federal tomasse uma decisão que de fato fosse ao encontro do âmago do problema que o Estado vive, que é o caos total nas mais variadas áreas, e de forma mais aguda na saúde, educação e segurança. Claro que nem todos estiveram tão empenhados.

O fato, bom lembrarmos, é que o governo Suely Campos foi lerdo, apático, inoperante, pior, foi um governo sem coragem de assumir sua ineficácia e a partir disto poder dar ao governo federal a decisão que só veio agora, com o presidente Michel Temer tendo que intervir totalmente Roraima.

Diante do exposto, agora, nesta segunda, 9, MIchel Temer assina a intervenção federal, onde o inteventor escolhido é o governador eleito, Antônio Denarium, que deveria só assumir , de fato, o governo em 1º de janeiro de 2019. Porém, o extremo caso de caos que o Estado vive, vem esta medida drástica para que se resolva de imediato o pagamento dos salários dos servidores, que há 3 meses não recebem, e diante dos muitos apelos ao governo estadual, o Estado parou, de fato, com paralisações que foram feitas pelas esposas de policiais militares que passaram a impedir que os carros da PM saíssem dos quartéis. Daí, diante disto começaram outras paralisações que foram tomando toda administração estatal.

Porém, a informação do deputado Jhonatan de Jesus, em entrevista a uma rádio, diz que o governo federal deve só liberar cerca de R$ 200 milhões, o que tal valor é insuficiente para pagamento dos salários atrasados de todos os servidores. Mas, ele destaca que há uma unidade de outros parlamentares, e até os que ainda não assumiram o novo mandato do ano que vem, onde todos estão empenhados em trabalhar para que mais 150 milhões de reais possam ser liberados.

Jhonatan destaca que só com os 200 milhões até agora possívelmente anunciados, ainda ssim, pode ficar de fora os servidores que não receberão os salários do pessoal da Cerr (Companhia Energética de Roraima) e as empresas terceirizadas, que dependem de repasse do estado.