Quarta, 28 Novembro 2018 12:11

DENARIUM VAI DANDO O TOM DE SEU GOVERNO

Avalie este item
(0 votos)

...Denarium tem deixado bem claro que quem manda no governo é Antônio Denarium...

REDAÇÃO AgênciaNorte

www.agnorte.com.br

Por Marlen Lima

Mais cinco nomes são anunciados por Antônio Denarium para o seu governo, que inicia em janeiro de 2019. Somados aos 10 nomes já revelados, temos um total de 15 nomes. Para o governador eleito a política de manter em sua administração pessoas com um passado limpo, sem nada que desabone é essencial.

“Hoje nós anunciamos mais cinco profissionais que vão compor o novo governo. Todos eles atendem os critérios técnicos, por meio de indicações de pessoas isentas de qualquer tipo de vício ou ato de corrupção. São pessoas honestas que possam trabalhar para melhorar a qualidade da vida das pessoas”.

Denarium está tendo a liberdsde de compor o seu govenro de forma em que mantém apenas um diferencial na escolha de seu secretariado, assessores diretos é que mesmo que alguns sejam nomes que venham apadrinhados por políticos, o que pesa é que estes sejam mais técnicos. Caso por exemplo de James Serrador, jornalista que já não exerce mais a funão há muito tempo, atuando mais como advogado vai presidir a CAER, e tem o aval do senador eleito Mecias de Jesus.

Para o governador eleito é isso que conta, ter um time forte, de passado ético e técnico, “acredito e sei do potencial de cada um, ou seja, estamos obedecendo critérios técnicos. O gestor de cada secretaria e de cada cargo do governo é o governador. Se algum deles não atender os meus anseios e os da sociedade serão substituídos, inclusive conversei com cada um sobre essa questão, sobre nossos princípios e propósitos”.

CORTANDO GORDURAS

Antônio Denarium deixou claro que apesar de jamais ter tido algum mandato político ou cargo, ele está mostrando bem que quem manda não é mais ninguém senão o governador eleito. Tem suas alianças, respeita, mas, o tom do governo é dele, e seguindo uma máxima que temos visto no restante do país, quando governadores eleitos estão tendo que cortar gastos, reduzir o tamanho da máquina estatal, assim também ocorrerá no Governo Antônio Denarium.

Segundo ele isto já está sendo analisado, e está previsto para início de dezembro o anuncio da sua reforma administrativa onde se cortará secretarias, e fusões ocorrerão. “Até o dia 5 nós vamos anunciar a reforma administrativa. Hoje se juntar todos os órgãos do governo, temos 75 estruturas, e temos que diminuir esse número, pois, o governo não tem dinheiro para pagar essa conta tão alta. Então vamos rever as secretarias e fazer a fusão de algumas delas como forma de reduzir o custo da máquina pública e o que temos que ter hoje são profissionais capacitados e motivados a trabalhar”, disse.

EFEITO SUELY

Das contas que hoje o atual governo mostra, Denarium afirma que há uma ssombro de gastos a mais, gerando um enorme endividamento do Estado, 'que está muito alto'. Segundo o que se sabe, somado a má administração de Suely Campos e mais os empréstimos de gestões anterior ao dela, somam tudo mais de R$ 2 bilhões.

“O governo tem dívidas correntes com salários de servidores que chega a 1 bilhão. É um desafio muito grande fazer a gestão de um estado que está completamente destruído, mas nunca tive moleza na vida”, explicou Denarium.

NOVOS NOMES

O hoje ministro da Indústria e Comércio de Michel Temer, Marcos Jorge vai estar à frente da Secretaria Estadual de Planejamento (Seplan).

James Serrador no comando da Companhia de Águas e Esgotos de Roraima (Caerr).

Para a funcional Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinf) o comando vai para o engenheiro civil Edilson Damião Lima.

Para o Instituto de Previdência de Roraima (Iperr) - José Haroldo Campos.

Para a Junta Comercial de Roraima (Jucerr) -Marina Ferreira Poltronieri.