Quinta, 28 Julho 2022 09:09

“Diálogos de Cidadania” em BV

Avalie este item
(0 votos)
GARANTIA DE DIREITOS...Em Roraima conselheiro do CNJ realiza ações do projeto “Diálogos de Cidadania”

O presidente da Comissão de Políticas Sociais e de Desenvolvimento do Cidadão, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), conselheiro Mario Goulart Maia está em Roraima desenvolvendo ações do projeto “Diálogos de Cidadania”. Nessa segunda-feira, 25, a palestra foi ministrada para estudantes da Escola Estadual Ulysses Guimarães na zona oeste de Boa Vista e nesta terça-feira, 26, para alunos da Escola 13 de Setembro, também na capital.
 


Os trabalhos estão sendo acompanhados pela comitiva do Tribunal de Roraima de Roraima conduzida pelo presidente do TJRR, desembargador Cristóvão Suter. Ele destacou a importância da iniciativa para os estudantes das escolas públicas do Estado.

“É uma importante ação desenvolvida pelo conselheiro, exerce a cidadania e traz para as escolas públicas mais do que conceitos jurídicos, mas conceitos sobre os direitos de cada um dos cidadãos”.

Os direitos fundamentais e sociais, a importância da Constituição Federal, poderes judiciário, executivo e legislativo, além de temas como respeito, dignidade e tolerância foram compartilhados para mais de 400 alunos em um bate papo descontraído nas duas unidades de ensino.

TRAZER AS ESCOLAS
 
O projeto tem o intuito de promover diálogos em unidades escolares, abrigos e espaços de acolhimento. Além de Boa Vista, já foram desenvolvidas ações em escolas na Bahia, Rio Grande do Norte, Paraíba, Rio de Janeiro e São Paulo.
 


O presidente da Comissão de Políticas Sociais e de Desenvolvimento do Cidadão do CNJ, conselheiro Mario Goulart Maia explica que o projeto surgiu da necessidade de falar sobre a constituição e de incentivar o debate entre os jovens sobre a tolerância, dignidade e respeito.

“Eu tenho certeza que ele é um agente transformador e tem dado resultados. É um projeto que o presidente Luiz Fux [presidente do CNJ e Supremo Tribunal Federal] tem dado todo o apoio e me incentivado”, reforçou.

Também participaram da palestra, o juiz auxiliar da Presidência do TJRR, Bruno Costa, o juiz Marcelo Oliveira, coordenador da Coordenadoria da Infância e Juventude, além de servidores do Tribunal de Justiça de Roraima (TJRR) e das escolas visitadas.
A palestra motivou estudantes como Ruan Gabriel.“É muito importante falar sobre a Constituição, isso desperta a nossa curiosidade e nos incentiva a estudar mais sobre o assunto e assim decidir o que a gente quer para o futuro”.

A gestora da escola Ulysses Guimarães, Isa Pedrosa elogiou a iniciativa. “Queremos agradecer a presença do CNJ tratando sobre a questão cidadania, sobre empatia, pois temos alunos com necessidades especiais e a palestra veio enriquecer o nosso trabalho”.
Para o gestor da Escola Estadual 13 de setembro, Moisés Gonçalves Dias, o projeto fortalece o trabalho desenvolvido para integrar os estudantes, em sua maioria estrangeiros.