Quinta, 07 Abril 2022 20:11

PMBV reforça ação contra Aedes aegypti com parcerias

Avalie este item
(0 votos)

Prefeitura firma parcerias com OPAS e Ministério da Saúde para combater proliferação do mosquito em Boa Vista...Nesta semana foi apresentado o Plano de Contingência Integrado para o Enfrentamento de Epidemia de Doenças transmitidas pelo Aedes no município, que será atualizado

POR Jamile Carvalho

A Prefeitura de Boa Vista tem reforçado as ações de enfrentamento e combate ao Aedes aegypti na capital. E na manhã desta quinta-feira, 7, os agentes comunitários de saúde (ACS) e agentes de combate às endemias (ACE) participaram de uma capacitação, promovida em parceria com a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) e o Ministério da Saúde.

A capacitação é uma das ações estratégicas de combate ao mosquito e envolveu mais de 110 agentes. A ideia é atualizar os profissionais sobre o controle vetorial, principalmente o Aedes aegypti, que devido o hábito de colocar seus ovos em recipientes artificiais, adaptam-se facilmente ao ambiente domiciliar e convívio com o homem.  

Um dia antes, os representantes da Secretaria Municipal de Saúde, Opas e do Ministério da Saúde se reuniram para debater a situação da dengue e intensificar as ações de prevenção e controle no município de Boa Vista. Durante a reunião, foi apresentado o Plano de Contingência Integrado para o Enfrentamento de Epidemia de Doenças transmitidas pelo Aedes no município de Boa Vista.

“A prefeitura tem intensificado as ações, com visitas casa a casa, sensibilização da população diariamente, debatemos nessa reunião a atualização do Plano de Contingência, e a realização de capacitações em parceria com as instituições para os agentes com a finalidade de atualização de controle da dengue, zika e chikungunya”, disse a superintendente de Vigilância em Saúde, Francinete Rodrigues.

Atualmente, o município de Boa Vista apresenta alto índice de infestação pelo Aedes, conforme o último Levantamento Rápido do índice de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa). Dos 412 imóveis positivos para larvas de mosquito, 95% correspondem a casas, comércios e outros. Enquanto os 4,9% restantes correspondem a terrenos baldios.

 

 

 

____________

SEMCOM PMBV

Fotos:

  • Katarine Almeira