Segunda, 28 Março 2022 09:27

“MEETUP: Empreendedorismo no Brasil”

Avalie este item
(0 votos)

Empreendedorismo no Brasil: Sebrae Roraima promove “Meetup” com empreendedores venezuelanos para troca de experiências...O encontro será no Sebraelab, situado na avenida Major Williams, nº 680, no bairro São Pedro, às 15 horas do próximo dia 29

Em um ambiente propício para troca de experiências e inspirações, o Sebrae Roraima vai promover na próxima terça-feira (29), às 15 horas, o “MEETUP: Empreendedorismo no Brasil”. Na oportunidade, migrantes venezuelanos atendidos pelo Serviço Jesuíta a Migrantes e Refugiados em Boa Vista poderão conhecer casos de sucesso de outros empreendedores venezuelanos atendidos pelo Sebrae.

O analista da Unidade de Gestão da Inovação e Mercado do Sebrae Roraima, Luã Andrade, explicou que o Meetup nada mais é do que uma roda de conversa. “Meetup de acordo com o dicionário ‘startupês’ é o nome dado a encontros com o objetivo de fomentar o networking entre empreendedores e demais atores do ecossistema empreendedor local, nesse caso voltado para migrantes que empreendem no Brasil”, detalhou.

O encontro será no Sebraelab, situado na avenida Major Williams, nº 680, no bairro São Pedro. No público, há empreendedores e potenciais empreendedores. “O intuito é apresentar casos de sucesso de empreendedores estrangeiros, mostrar as dificuldades que eles enfrentaram até se estabelecerem. Esperamos que exemplos de sucesso despertem o interesse daqueles que ainda estão na dúvida se vale a pena empreender e em que áreas”, disse.

Para a gestora de projetos do Serviço Jesuíta a Migrantes e Refugiados, Larissa Melo, o Meetup é uma excelente oportunidade para incentivar o empreendedorismo.

“Empreender gera renda e promove transformação social. Vamos participar com um grupo de empreendedores que iniciamos o acompanhamento recentemente. Com essa roda de conversa queremos inspirá-los a seguir adiante, mostrar que empreender vale a pena e que muda a vida”, declarou.

 

SERVIÇO JESUÍTA

O projeto atende 25 empreendedores que passam por uma capacitação. Por meio de um atendimento multiprofissional é feita a análise de perfil empreendedor do migrante que em seguida passa por capacitação em habilidades empreendedoras. Eles recebem kits empreendedores de acordo com a demanda com orientação sobre os primeiros passos para empreender no Brasil, especialmente sobre a abertura do MEI e demais legislações.