Quarta, 23 Fevereiro 2022 10:05

REESTRUTURANDO A EDUCAÇÃO, PARLAMENTO VOTARÁ PISO

Avalie este item
(0 votos)

Soldado Sampaio cria comissão especial para discutir piso salarial de profissionais da educação  ... Há oito anos, eles esperam pela criação do PCCR; ALE-RR garante dar celeridade à aprovação da matéria 

Antes do encerramento da sessão plenária desta terça-feira (22), o presidente da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), deputado Soldado Sampaio (PCdoB), anunciou a criação de uma comissão especial para discutir a Mensagem Governamental nº 09/2022, que trata do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração dos trabalhadores da Educação Básica do Estado. 

A comissão será composta pelos deputados Evangelista Siqueira (PT), Lenir Rodrigues (Cidadania), o líder do governo, Coronel Chagas (PRTB), Angela Águida Portella (PP), Jorge Everton (sem partido), Catarina Guerra (SD) e Betânia Almeida (PV). 

Soldado Sampaio assegurou que a Casa dará celeridade às discussões. “Temos urgência na aprovação dessa matéria e vamos agilizar a votação dessa proposta tão importante para os profissionais da educação”, afirmou. 

Houve um entendimento entre os deputados, durante a sessão, em nomear o deputado Evangelista Siqueira para relatar a matéria. O parlamentar é professor e presidente da Comissão de Educação, Desportos e Lazer da ALE-RR e transita com facilidade nesse segmento. Para ele, a proposta vai atender a uma demanda antiga dos profissionais da educação, que aguardam há oito anos pela valorização da categoria. 

“Esse projeto passa a ser uma prioridade nesta Casa e, desde já, vamos convocar a categoria para fazer parte dessa comissão a fim de que possamos ouvi-la. Os profissionais ficarão inteirados de todo o projeto e discussões. Amanhã mesmo, vamos nos sentar com esses trabalhadores para discutir a matéria, para que tão logo esteja apta para votação. São longos oito anos de espera e isso significa garantia aos profissionais da educação”, assegurou. 

Conforme a matéria, será criado o Sistema de Avaliação de Desempenho (SAD) para avaliar os graus de eficiência e eficácia na prestação do serviço público por parte do servidor e o desenvolvimento funcional, com o objetivo de fomentar o melhor desempenho na execução das atribuições do cargo público, incentivando a qualificação profissional e aprimoramento das técnicas e formas do exercício de suas competências.  

A proposta também prevê as projeções de melhoria salarial e o adicional de interiorização, criado com o intuito de melhor remunerar os servidores deslocados para o interior do Estado. 

 

 

 

...

Texto: Kátia Bezerra 

Foto: Nonato Sousa / Tiago Orihuela / Jader Souza

SupCom ALE-RR