Segunda, 14 Fevereiro 2022 09:59

PESO DE TER ALIADOS FORTES

Avalie este item
(1 Votar)

DESDE O COMEÇO DO ANO QUANDO 2022 É O ANO ELEITORAL E O DESESPERO DO GOVERNO DENARIUM SÓ AUMENTA, e diante de um quadro em que o eleitor em pesquisas tem mantido sua opinião negativa a respeito do governador e sua equipe, mostrando total insatisfação, porém, ainda assim, o PL de Roraima passou a ser alvo dos governistas para se obter à presidência do partido, mas, o tiro não atingiu sucesso e a sigla se manteve sob comando do deputado federal Édio Lopes.

O PL é de Édio, que antes dele presidir o partido, por muito tempo teve o seu comando pelo ex deputado federal Luciano Castro, um derrotado nas últimas eleições, e que agora, ao lado de Denarium tenta retornar à Câmara Fedeeral. Por ser também um político muito bem articulado em Brasília, ‘Careca’, como Luciano é carinhosamente chamado pelos amigos políticos, tentou articular a mudança da Presidência do PL no Estado, tirando de Édio.

Mas, nem Careca e nem demais aliados do governador tiveram êxito porque nesta guerra de bastidores foram os aliados de Édio, e a própria historia dele no partido,  foram mais fortes para que o mantivesse como presidente do PL.

Mais.

O PL se mantém fechado com MDB para este ano eleitoral, especialmente quando Édio está confirmado para ser o vice na chapa de Teresa Surita ao Governo do Estado. Neste dia 15, por sinal, o MDB confirmará oficialmente esta chapa para eleição de 2022.

CONFIRMADO

Na semana passada, o PL - Partido Liberal - em reunião com todos os presidentes dos diretórios municipais, contando com a presença de correligionários de vários municípios, fecharam em torno de Édio, bem como o partido em aliança com o MDB.

Nesta guerra de se tentar tomar o PL de Édio, ‘amigos’ ligado ao governador Denarium bem que foram ao presidente nacional do partido, Valdemar Costa Neto, em Brasília, porém, este manteve o comando da sigla com Lopes, que contou a seu favor o trabalho empenhado do ex senador Romero Jucá, e da própria ex prefeita Teresa Surita em apoiá-lo.

Na confirmação de Édio na presidência do PL/RR, o próprio presidente nacional do partido Valdemar da Costa Neto participou do evento, via online, por videoconferência, confirmando  a confiança e parceria de muitos anos com o deputado federal.

Édio agradeceu a confiança, sempre agindo fortemente nos bastidores, e de forma serena, discreta, Lopes garantiu que o PL continua sua composição nas chapas que sejam com nomes contundentes para os cargos de deputado federal e estadual nesta eleição.

Porém, o PL ainda não definiu nome para o senado, e isto deverá porque o entendimento é apoiar o nome de Romero Jucá pelo MDB ao Senado.

 

 

Com Assessoria de Comunicação PL/RR