Sexta, 04 Fevereiro 2022 11:02

Desespero de Denarium, tem até pesquisa fake

Avalie este item
(1 Votar)

…GOVERNO CORROMPIDO, AÇÕES CORROMPIDAS, E NEM PESQUISAS MAIS FALAM A VERDADE…

REDAÇÃO AGNORTE/ POR MARLEN LIMA

DENARIUM SE ENCONTRA NUMA SITUAÇÃO QUE A CADA DIA SÓ AUMENMTA O SEU DESESPERO EM MELHORAR OS NÚMEROS DE PESQUISAS, porém, muito o Governo tem feito em ações, altamente populistas, apenas com intuito o de poder enganar o povo do tal ‘muito’ que se diz estar sendo feito, mas, ao fim de cada propaganda enganosa o povo não vê nenhuma mudança, que realmente seja significativa, por exemplo, caso da saúde, que continua cambaleante, e o sinal vermelho ainda em alerta. 

Ou seja, Denarium continua sorrindo, aquele sorriso ‘de leso’, sonso, onde ele não houve ninguém, e como máquina toca um Estado sem a menor e devida sensibilidade, ainda que tenha conseguido ordenar as contas, porém, a aplicabilidade dos recursos ainda serve mais só aos ’aliados’, ou seja, uma maquina governamental que tenta comprar tudo, e o sucesso é só o der estar servindo aos tais políticos de sua base.

Pior. Mesmo com tanta dinheiro que se diz ter em caixa, o governador se mostra incapaz de ter sucesso, até mesmo em enganar à população, pois como diz o ditado - mentira tem perna curta. Prova disto é a tal pesquisa que agora o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) determina a suspensão da divulgação desta pesquisa porque se comprova ser fake news. Algo criado por agentes aliados de Denarium.

A verdade é que Denarium tenta de todas as formas cair de alguma forma na graça do povo. Balela, não tem tido êxito.

Denarium afirma que o caixa do seu governo tem milhões e milhões de reais, mas, porque a saúde continua precária como está?

Por que contratos na Sesau são pra lá de suspeitos continuam vigorando dentro da pasta?

Uma Sesau ‘maldita’ porque ali não tem secretário que consiga trabalhar.

A Secretaria de Saúde, e isto já se passaram sete, oito secretários, e mais um está para cair, ou já caiu, e diante disto nada muda no quadro de corrupção que assola a Sesau.

Pior.

Os atores principais desta corrupção na saúde são políticos, aqueles ‘aliados’ do governador. sim, verdadeiros sanguessugas que corrompem o Estado, e mesmo numa pandemia como a Covid, onde milhares já morreram, inescrupulosos têm sido o governador, apático em não acabar com o que prometeu acabar, a corrupção, e os políticos que o governador mantém com a maquina estatal.

Agora, em seu desespero contínuo, Denarium tem o TRE contra si, em ano eleitoral soltando uma pesquisa fake, em que está impedida de ser divulgada.

Nas redes sociais, o povo mina Denarium, que vai contabilizando inúmeros fakes, e se tornando piada no mundo online…

Aqui, como vemos abaixo…Decisão do TRE sobre a pesquisa em que só desta forma, fake, comprada, põe o governador com números crescentes, e sua maior adversária com perda de 20% pontos, tudo para mostrar que está surdindo, em pesquisas falsas, ou sejas, Denarium quer aparecer mentirosamente em franca recuperação eleitoral, mas, isto é só numa crescente existente em números falsos…

 … 

DECISÃO

Trata-se de representação eleitoral, com pedido de liminar, proposta pelo Diretório Estadual do Movimento Democrático Brasileiro – MDB/RR contra André Fernandes Ferreira (Secretário de Estado da Justiça e da Cidadania), F da C Fernandes Alcantara EIRELI-EPP (Alvo Consultoria) e WN Moreira & Cia Ltda-ME (jornal O PAINEL), pela suposta prática de divulgação de pesquisa irregular.

O representante sustenta que a empresa F da C Fernandes Alcantara EIRELI- EPP (Alvo Consultoria) foi responsável pela realização, registro e divulgação da suposta pesquisa registrada sob o no RR08799/2022 de intenção de votos para os cargos de governador, senador e deputado estadual. Contudo, a representada não cumpriu os requisitos obrigatórios para seu registro no Sistema PesqEle, não informando os dados completos exigidos no art. 33 da Lei no 9.504/97 e art. 2o da Resolução TSE no 23.600/2019, a saber: a ponderação quanto ao nível econômico dos entrevistados no plano amostral.

Alega que a representada WN Moreira & Cia Ltda-ME (jornal O PAINEL) contratou e divulgou a suposta pesquisa da intenção de votos para o cargo de governador de Roraima, e, ao divulgar a matéria em seu site, no dia 15 de janeiro do corrente ano, omitiu a informação de quem foi o responsável pela contratação.

Pontua que o representado André Fernandes Ferreira, Secretário de Estado da Justiça e da Cidadania, divulgou, por intermédio de sua página pessoal na rede social Instagram, resultado da suposta pesquisa registrada sem os dados obrigatórios legais exigidos e com conteúdo inverídico.

Requer a concessão de medida liminar, para determinar que os representados cessem, imediatamente, a divulgação da pesquisa irregular e se abstenham de divulgá-la por outros meios, determinando a retirada das URLs especificadas na inicial, sob pena de multa.

Ao final, pede a procedência da representação, com a aplicação de multa aos representados individualmente, bem como o cancelamento do registro da pesquisa RR08799/2022 pelo não atendimento do § 7o do art. 2o da Resolução TSE no 23.600/2019, nos termos do art. 16, § 3o, do mesmo diploma.
No ID 6047306, o Ministério Público Eleitoral manifestou-se pelo indeferimento do pedido liminar e pela citação dos representados.

É o relatório. Decido.
Assinado eletronicamente por: CLODOALDO MARINHO DA FONSECA - 03/02/2022 15

Outro ponto verificado foi a divulgação da pesquisa, pelo jornal O PAINEL e pelo Instagram, sem a informação obrigatória do nome de quem a contratou.

O perigo da demora e a possibilidade de prejuízo de difícil reparação, por sua vez, também restaram evidenciados, na medida em que a divulgação de pesquisa regis- trada em desacordo com a norma e a manutenção das postagens em site e rede social potencializa o benefício eleitoral. Assim, é necessário que se faça cessar a divulgação da pesquisa em comento e a continuidade das publicações pela rápida e fácil difusão das postagens, tendo em vista o elevado número de pessoas que têm acesso ao conteúdo combatido.

Ante o exposto, defiro a liminar requerida, para determinar que os representados se abstenham, até decisão ulterior, de divulgar os resultados da pesquisa eleitoral registrada sob o no RR08799/2022 e removam, em 72 (setenta e duas) horas, as publicações veiculadas, constantes nas seguintes URLs:

https://www.jornalopainel.com/disputa-eleitoral-em-roraima-ganha-novos-contornos/, https://www.instagram.com/p/CY7LUsOuyjh/

Em caso de descumprimento, fixo multa coercitiva no importe de R$ 500,00 (quinhentos reais) por dia de atraso, na forma do art. 537 do CPC.
Notifiquem-se os representados para apresentarem defesa no prazo de 2 (dois) dias (art. 18 da Resolução TSE no 23.608/2019).

Após, vista à Procuradoria Regional Eleitoral (art. 19 da Resolução TSE no 23.608/2019).

Publique-se.

Boa Vista (RR), 03 de fevereiro de 2022.

DES. RICARDO OLIVEIRA

Relator Substituto