Terça, 25 Janeiro 2022 16:14

MECIAS E O CASO GAFANHOTO, ASSOMBRANDO

Avalie este item
(1 Votar)

Redação AgNORTE

ATÉ AGORA JÁ SE FORAM 16 ANOS, E O CASO DOS ‘GAFANHOTOS’, NACIONALMENTE CONHECIDO, TEM LÁ OS SEUS CULPADOS, SEUS CONDENADOS, CASO DO DEPUTADO JALSER RENIER - QUE ATÉ PRESO FICOU-, BEM COMO O EX GOVERNADOR NEUDO CAMPOS, QUE TAMBÉM AMARGOU PRISÄO, E ALÉM deles, muitos outros envolvidos estão, alguns até mortos, e jamais foram devidamente julgados e condenados.

Porém, isto muda agora, pois nunca é tarde para justiça agir, e saiu decisão da Justiça Federal condenando Mecias de Jesus, o senador mais guloso do atual Governo Denarium, que terá que restituir cerca R$ 2 milhões aos cofres públicos. 

Mais.

Mecias, com esta decisão da justiça, fica inelegível por cinco anos.

Tudo isto ocorre no começo deste ano, decisão que saiu nesta segunda, 24.

O resultado desta decisão judicial é reflexo do processo dos ‘Gafanhotos’ que ele, senador, tem conseguido ao longo dos anos que seus advogados protelem, atrapalhem o andamento do processo por improbidade administrativa, deste “escândalo dos gafanhotos” - onde até a atual esposa - Darbilene Rufino, foi, lá atrás, presa.

Vamos lembrar que o ‘escândalo dos gafanhotos’ chegou nas manchetes do Brasil inteiro em 2003, quando a Polícia Federal (PF) deflagrou a Operação Praga do Egito, em Roraima.

Foram mais de R$ 230 milhões desviados do Governo do Estado, através de funcionários fantasmas - laranjas, que recebiam e repassavam o salário que ganhavam aos políticos da base governista, daquela época, e Mecias de Jesus, juntamente com sua família, era um dos que mais se beneficiou $$ com o dinheiro sujo - ele era deputado estadual naquela época, e junto com Jalser Renier dominavam as maiores contas fantasmas para se dar bem no Governo Neudo.

Agora, claro, esperar mais novos desdobramentos do ‘Caso Gafanhoto’, processo que não encerrou, e Mecias tem muito ainda que explicar,