Quarta, 12 Janeiro 2022 19:46

FESTAS TEM QUE SEGUIR PROTOCOLOS

Avalie este item
(1 Votar)

Festas particulares deverão seguir medidas sanitárias previstas no decreto municipal… Eventos terão que zelar pela obrigatoriedade do uso de máscaras, controle de acesso ao espaço da festa, higienização com álcool em gel, entre outras recomendações de segurança

 Por Marcus Miranda

Na última terça-feira, 11, o Comitê Municipal de Combate à Covid-19 decidiu cancelar as festas de carnaval de rua em Boa Vista, devido aos números elevados de síndromes gripais que surgiram nas últimas semanas e o aumento de casos de Covid-19. Eventos particulares estarão liberados, porém terão que seguir todas as normas de segurança sanitária previstas no decreto municipal, inclusive serão fiscalizados.

 

Desde o início da pandemia, profissionais da Vigilância Sanitária Municipal, em parceria com equipes das secretarias municipais de Serviços Públicos e Meio Ambiente, Planejamento e Finanças desenvolvem ações de conscientização e monitoramento do comércio, com apoio da Guarda Municipal e da Polícia Militar.

 

De acordo com o chefe de fiscalização da Vigilância Sanitária Municipal, Eurico Sampaio, as equipes estarão as ruas para impedir qualquer tipo de descumprimento de medidas sanitárias que coloquem em risco a saúde da população.

 

“As festas particulares de carnaval autorizadas seguem os mesmos critérios para eventos diversos, como limite de pessoas, distanciamento e exigência do uso de equipamentos de segurança. Nossas equipes estarão nas ruas para garantir que essas medidas sejam cumpridas. Caso contrário, os responsáveis estarão sujeitos a penalidades como advertência, interdição e multa”, explicou.

 

Interessados em promover festas particulares devem procurar a Vigilância Sanitária Municipal e requerer uma autorização. O responsável receberá orientações e instruções que variam de acordo com o local, se será aberto ou fechado, quantidade de participantes, dentre outros pontos.

 

DADOS SAÚDE – Conforme dados do último Boletim Epidemiológico do Comitê Municipal de Combate à covid-19, na primeira semana de janeiro deste ano foram mais de 14.400 atendimentos nas UBS que atendem casos de Covid-19, o que corresponde a um acréscimo de 62,6% com relação à última semana de dezembro de 2021.

 

Além disso, levantamento da Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA) aponta que a capital está com 78,54% da população imunizada com a primeira dose e 58% com a segunda.

 

Vacinação – De acordo com o coordenador municipal de imunização, Romildo Azevedo, a vacinação é a forma mais eficaz de evitar casos graves da Covid-19, sendo essencial a colaboração da população.

 

“Felizmente, hoje temos como arma a vacina, que tem como objetivo minimizar os sintomas, as complicações, internações das pessoas. Mas é preciso que a população se conscientize e complete o esquema vacinal para só assim conseguirmos colocar um fim nessa pandemia”, disse.

 

No período de carnaval, a prefeitura vai intensificar campanhas e ações que estimulem a população a completar o esquema vacinal, visto que a vacina é a forma mais segura e efetiva de combater a proliferação do vírus.

 

Além dos postos de vacinação drive-thru, no Terminal de Ônibus Luiz Canuto Chaves – Centro e Quadra do CRAS, no Parque Germano Sampaio – Pintolândia, de segunda à sábado, das 8h30 às 17h, a prefeitura disponibiliza oito Unidades Básicas de Saúde (UBS) exclusivas para Covid-19, são elas:

 

  • UBS Olenka Macellaro (Caimbé)
  • UBS Mariano de Andrade (Caranã)
  • UBS Délio Tupinambá (Nova Cidade)
  • UBS Aygara Motta (Cidade Satélite)
  • UBS Lupércio Lima (Pintolândia)
  • UBS São Vicente
  • UBS Silvio Botelho

 

 

SEMCOM PMBV