Quarta, 12 Janeiro 2022 12:24

MAIS 100 MIL PARA TRABALHO FORENSE

Avalie este item
(1 Votar)

MAIS 100 MIL REAIS SERÃO ALOCADOS PARA REFORÇAR A SEGURANÇA;A CIVIL, RECURSOS QUE VAI DIRETO PASRA ATENDER aos trabalhos do LGF (Laboratório de Genética Forense), pertencente ao IC (Instituto de Criminalística) da PCRR (Polícia Civil de Roraima).

Recurso que tem assinatura de emendas da deputada Lenir Rodrigues, quedaste-te com o delegado Geral, Herbert de Amorim Cardoso, além do diretor do IC, Stteffani Ribeiro e da perita criminal Érica Veras.

O diretor do IC destacou que o recurso será destinado à compra de reagentes específicos, utilizados em crimes de violência contra a mulher e em casos de pessoas desaparecidas.

“Nós temos um alto índice dessa demanda no Laboratório hoje e essa emenda vai ser destinada à compra dos reagentes para auxiliar a elucidação de casos”, destacou Ribeiro.

2015

Conforme a deputada, a parceria com a PCRR ocorre desde 2015.

“Nós estamos alocando emendas anualmente, sempre tentando aprimorar o laboratório. É importante, pois muitas vezes, o criminoso ao violentar uma mulher, pode não ser identificado pelo aspecto físico. Mas pelo DNA é possível”, afirmou.

Lenir Rodrigues frisou a importância da identificação criminal de agressores no combate à violência contra a mulher em Roraima.

“Não adianta ir mascarado, na calada da noite. Aqui em Roraima não tem mais como a pessoa cometer o estupro e não ser detectada a sua identidade, pois a população conta com o trabalho fantástico da Polícia Civil, por meio do Laboratório de Genética Forense e a nossa contribuição é colocar emenda para que o material de identificação seja comprado e o trabalho realizado”, afirmou.



Sucesso reforçado

Durante a reunião, o Delegado Geral agradeceu a deputada e ressaltou a importância do trabalho realizado no LGF durante as investigações e no combate aos crimes hediondos.

 “Entre esses crimes, a gente tem um grande sucesso na elucidação de casos de estupro. Nas investigações, muitas vezes, nós não temos pistas sobre o agressor e o LGF nos dá a certeza da sua identificação”, ressaltou.

Cardoso ressaltou o sentimento de gratidão que a sociedade demonstra ao trabalho.

“São crimes sensíveis e esse é um trabalho que a sociedade agradece muito. Eu, em nome do governador Antonio Denarium, também agradeço pela oportunidade de melhorar os serviços da PCRR prestados à população”, concluiu.

 

 

 

secom Gov de RR