Segunda, 06 Dezembro 2021 10:15

ORÇAMENTO DE R$ 3 MI 

Avalie este item
(0 votos)

Fomento à cultura em Roraima será debatido em audiência pública na Assembleia Legislativa...Definição e garantia de que recursos da Secretaria de Cultura sejam de fato aplicados estão na pauta 

A Frente Parlamentar em Defesa da Cultura da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) promove na terça-feira (7), a partir das 14h, no auditório Noêmia Bastos, uma audiência pública para discutir como compensar as perdas da classe artística durante a pandemia.  

O evento será transmitido ao vivo pela TV Assembleia 57.3, Rádio Assembleia 98.3 e simultaneamente pelas redes sociais do Parlamento (@assembleia). O deputado Evangelista Siqueira (PT), presidente da Frente Parlamentar, disse que a meta é garantir que o orçamento, no valor de quase R$ 3 milhões, seja investido na cultura. 

“A urgência dessa discussão se faz em cima do orçamento que tramita na Casa e será aprovado na próxima semana. Vamos discutir na audiência o fomento à cultura e como implementar o orçamento para o setor em 2022 de forma a atender exclusivamente esse segmento”, explicou  

Conforme detalhou, a Frente Parlamentar formada por dez deputados já se reuniu com os artistas, os quais enumeraram diversas situações que, no entendimento deles, não beneficiam a classe. 

“O segmento não se sente contemplado, por exemplo, com o Governo do Estado fazer o arraial e a festa de Réveillon. Isso, por si só, não representa o segmento cultural. Eles querem ter a autonomia de concorrer a editais e de verem suas obras serem financiadas por mecanismos públicos financeiros”, esclareceu. 

Segundo o parlamentar, os trabalhos estão avançados na Comissão de Orçamento da Casa, para ver quanto existe de fato para aplicar no setor cultural e de que forma será aplicado.  

A preocupação de Siqueira se deve ao fato de que, muitas vezes, o gestor da pasta realoca o orçamento para outras áreas. “Neste caso, os artistas acabam ficando em segundo plano com o fomento à cultura. Queremos garantir que o orçamento da Secretaria de Cultura seja para contemplá-los”, disse. 

Foram convidadas para participar da audiência todas as pessoas envolvidas com o setor artístico. Na lista, estão ainda representantes da Secretaria de Cultura, Conselho de Cultura e o setor de planejamento da Assembleia Legislativa. 

“Vamos fazer uma força-tarefa para saber qual é o plano de trabalho da Secretaria Estadual de Cultura para 2022, verificar se o que está nele condiz com o orçamento para o fomento à cultura e garantir o investimento do valor exatamente nesse setor. Todos que fazem cultura no Estado estão convidados a participar”, disse o deputado. 

 

 

 

...
Texto: Marilena Freitas 

Foto: Alfredo Maia

SupCom ALE-RR