Segunda, 01 Novembro 2021 09:10

MIRANTE EM ONDAS CULTURAIS

Avalie este item
(1 Votar)

CULTURA - Sábado foi animado com Música no Mirante, Família na Praça e Orla Music

As programações fomentam o turismo, impulsiona a economia local, abre palco para os artistas de Boa Vista e proporcionam momentos de lazer para as famílias

Por Ceiça Chaves

Quem aproveitou este “sabadão”, 30, para passear e curtir, encontrou diversas atrações pela cidade. No Parque do Rio Branco e na Orla Taumanan, além da Feirinha de Artesanato e Gastronomia, teve também mais uma edição do projeto Música no Mirante e programação da Orla Music. E, encerrando a noite, mais atração na Praça do Picote com o Família na Praça. 

Música no Mirante: Melhor vista da cidade, com direito a música e até visita de ator “global”

Quem agendou sua visita ao mirante entre as 17h e às 19h encontrou um som especial comandado pelo Grupo de Chorinho do Instituto Boa Vista de Música (IBVM). Esta é mais uma edição do projeto, que tem como palco das atrações o Mirante Edileusa Lóz, o mais alto ponto de observação já construído da região Norte.

A advogada Juliana Solek, 33 anos, levou toda sua família para apreciarem a melhor vista da cidade. O que ela não sabia era que o passeio teria um fundo musical. “É a segunda vez que venho ao mirante. Essa experiência hoje está sendo bem melhor porque além da vista linda que temos aqui, tem uma música gostosa para aproveitar. São 20 minutos bem inesquecíveis aqui”, ressaltou Juliana.

E não é que até ator global passou por lá. O ator e modelo Lucca Picon, 21 anos, galã da novela Malhação e de filmes para o público teen, foi um dos visitantes deste sábado. Ele, que já morou em Boa Vista, retorna 13 anos depois para rever a cidade e ficou encantado com o que encontrou. 

“Para quem não sabe, eu já morei aqui dos meus 6 aos 8 anos. Estou voltando aqui 13 anos depois. Tem muita coisa nova. Tem esse parque maravilhoso que eu não conhecia. O mirante é lindo. A Prefeitura de Boa Vista está de parabéns. Fico muito feliz de estar de volta aqui e a cidade está incrível desse jeito”, disse Lucca. 

Orla Music: Programação fomenta o turismo e a economia em Boa Vista

A programação musical na Orla Taumanan voltou desde a reabertura do espaço, há cerca de uma semana. Acontece sempre, simultaneamente, nas duas plataformas. O clima de pagode, com Orion e Banda, foi a pedida da vez na plataforma superior - Meiremê (que significa “arco-íris”). Já o clima sertanejo ficou por conta da Larissa Marinho e Banda, na plataforma abaixo – Weikepá (“nascer do sol”.

Para a comerciante Antônia Serra, 39 anos, as programações na Orla são sempre uma ótima oportunidade para impulsionar as vendas nos quiosques e atrair a clientela. “São pontos atrativos e turísticos de Boa Vista. Tudo vem agregar muito a população e a nós comerciantes da Orla. Lugar onde tem a melhor vista da cidade. Esse atrativo aos finais de semana que a prefeitura proporciona contribui para todos, para quem vem curtir, comer e comercializar. Fico feliz por fazer parte disso”, disse.

Família na Praça: Todos nas áreas de lazer de Boa Vista

Na Praça do Picote, no Complexo Ayrton Senna, quem subiu ao palco montado neste sábado, 30, foi Juninho Pegada que trouxe o melhor do ‘forronejo’ para os visitantes, comerciantes e ambulantes da praça. Para o cantor, é muito importante a prefeitura abrir esses espaços para a classe artística mostrar o seu trabalho, depois de tanto tempo parado devido a pandemia. 

“A gente sabe que nessa pandemia o grupo mais afetado foi o nosso, da cultura. A iniciativa da prefeitura, com certeza, é essencial e fundamental para que a gente possa voltar a trabalhar dignamente. Agora a população está voltando as praças, nesse clima gostoso, famílias ouvindo música, os comerciantes vendendo. Esse encontro é maravilhoso”, disse Juninho.

Feirinha de Artesanato e Gastronomia: Novo atrativo do Parque do Rio Branco

Até o fim do ano, a Feirinha de Artesanato e Gastronomia da Fetec tem espaço garantido todas as quintas, sextas e sábados no Parque do Rio Branco. Próxima ao Mirante Edileusa Lóz e à Orla Taumanan, o local é estratégico devido ao intenso movimento das famílias no local. A ideia é fortalecer e valorizar o empreendedorismo local, além de oferecer a população uma opção diferenciada de lazer.

Na feirinha é possível encontrar produtos artesanais produzidos por artistas locais, além de uma infinidade de opções gastronômicas, como salgados, cachorro quente, bolos e comida regional, a exemplo do famoso tacacá e paçoca. Ao todo, 26 barraquinhas compõem a feirinha, sendo 16 delas voltadas ao artesanato e as outras 10, à gastronomia.

Foto: Katarine Almeida – https://flic.kr/s/aHsmX3fT18

 

 

 

...

SEMCOM PMBV