Imprimir esta página
Terça, 14 Setembro 2021 08:17

'VARREDURA' CONTRA O SARAMPO

Avalie este item
(1 Votar)

Saúde - “Varredura” vacinal contra o sarampo inicia nesta terça-feira, 14, em Boa Vista...A meta é visitar 17 bairros da cidade que foram identificados com alto potencial para disseminação do vírus do sarampo

Por Jamile Carvalho

A Prefeitura vai iniciar a partir desta terça-feira, 14, no período da manhã e tarde uma ação de “varredura” vacinal contra o sarampo, voltada para crianças de seis meses a 10 anos de idade em Boa Vista.

O bairro 13 de setembro será o primeiro a receber a visita das equipes. Será verificado o cartão de vacina das crianças e caso haja necessidade, os pequenos serão imunizados.

A ideia é realizar a busca ativa e vacinar as crianças dentro dessa faixa etária que ainda encontradas sem registro ou comprovação da vacina contra o sarampo, para prevenir a reintrodução da doença em Boa Vista.

A ação conta com a parceria da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS). A meta é visitar 17 bairros da cidade que foram selecionados por apresentarem alta densidade populacional e baixas coberturas vacinais contra o sarampo, o que contribui para a rápida disseminação do vírus.

“Essa é mais uma ação estratégica da prefeitura para alcançar uma maior cobertura vacinal em nosso município. Queremos contar com a colaboração de toda a população para receber as nossas equipes em suas casas e atualizarem os cartões de vacina, só assim estaremos protegidos da doença”, destaca o prefeito, Arthur Henrique.

Bairros a serem visitados – 13 de Setembro, Jardim Tropical, Cidade Satélite, São Bento, Pintolândia, Pricumã, Raiar do Sol, Buritis, Nova Cidade, São Vicente, Tancredo Neves, Jardim Floresta, Aracelli, Liberdade, Nova Canaã, Cambará e Operário.

Para se vacinar, basta receber as equipes que estarão devidamente identificadas e seguindo os protocolos de saúde necessários. Quem não estiver na casa durante a visita deve deixar os documentos separados das crianças, cartão de vacina, cartão do SUS e autorizar um adulto a receber a equipe.

“É importante que a população esteja atenta e não perca esta oportunidade. Não deixe para depois, pois um caso de sarampo pode gerar mais 18 novos casos. Desde novembro de 2018 não temos registro de casos confirmados. Queremos alcançar uma cobertura vacinal de 95% das crianças de até dois anos de idade”, explica a diretora de vigilância epidemiológica, Roberta Calandrini.

 

..

SEMCOM PMBV