Segunda, 13 Setembro 2021 09:44

“UNIÃO PELOS ANIMAIS”

Avalie este item
(1 Votar)

Projeto da prefeitura continua reforçando a posse responsável e castração de cães e gatos

A participação na palestra é um dos critérios exigidos para que o procedimento de castração seja realizado

Por Marcus Miranda

Como forma de conscientizar e, principalmente contribuir para a saúde pública e bem-estar da população, a prefeitura continua reforçando por meio do projeto “União pelos Animais” a posse responsável e castração de cães e gatos.

Os profissionais da Unidade de Vigilância e Controle de Zoonoses realizam nesta quinta e sexta-feira, 9 e 10, no auditório do Palácio 9 de Julho, uma palestra para tratar sobre o tema.

O evento conta com a presença da sociedade civil, assim como pessoas cadastradas na Unidade. De acordo com o diretor da UVCZ, Greiner Costa, a participação na palestra é um dos critérios exigidos para que o procedimento de castração seja realizado.

“Assistir à palestra é obrigatório e é uma das etapas necessárias para ser contemplado pelo programa, que existe desde 2019 e tem como principal objetivo contribuir para o controle populacional desses animais, mas, principalmente, conscientizar a população sobre a chamada    posse responsável desses animais”, disse.

Aílton Fernandes é veterinário na Unidade e foi responsável por proferir a palestra. Ele destaca que a posse responsável é um dos principais pontos abordados. “Esse assunto é de extrema importância, visto que é muito comum nos depararmos com casos de animais abandonados nas ruas da nossa cidade, então mais do que castrar os animais, temos esse trabalho de conscientização da população”, falou.

Os animais que passam pelo processo de castração recebem, também, um microchip, que é usado para identificar o animal. O dispositivo é implantando abaixo da pele, ele contém informações que poderão ser lidas com um leitor específico e caso um animal fuja ou se perca, sendo encontrado.

“O cidadão interessado pode cadastrar até dois animais para serem castrados, mas é importante ressaltar que esse animal deve chegar na clínica em bom estado de saúde, caso contrário o procedimento não será feito”, concluiu o veterinário Aílton Fernandes.

CONTEMPLADOS – Silvia Prestes assistiu à palestra e aprovou a iniciativa.  Ela, que é dona de três gatos e um cachorro, destacou a importância deste trabalho. “Achei muito esclarecedor e essencial essa palestra. Principalmente falarmos da questão o abandono, que é crime”, disse.

“Conscientizar as pessoas que quando você adota um bichinho algumas responsabilidades devem ser assumidas é fundamental", disse dona Maria Queiroz

Dona Maria Queiroz não esconde o seu amor pelos bichinhos e, além de cuidar dos pets que tem em casa, ela também alimenta os animais de rua. “Conscientizar as pessoas que quando você adota um bichinho algumas responsabilidades devem ser assumidas é fundamental para que o ato do abandono pare de acontecer”, explicou.

CRITÉRIOS – Podem ser beneficiados pelo programa famílias de baixa renda que recebam até dois salários mínimos e ONG’s que atuem em resgate de animais, pode ser levado de volta para casa com mais rapidez. As pessoas interessadas para receber o benefício do programa devem se dirigir ao Centro de Zoonoses nas segundas e terças, em horário comercial.

Chegando lá será preenchido um cadastro com dados do animal, levar documentos pessoais do dono do animal, tais como RG ou qualquer outro documento com identificação, CPF, comprovante de renda, de residência e cartão do SUS. Após o cadastro, o tutor do animal receberá uma palestra sobre posse responsável e somente depois é encaminhado para a clínica credenciada responsável pela cirurgia. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (95) 3224-1023 ou (95) 3623-1585.

 

 

...

SEMCOM PMBV