Quinta, 15 Julho 2021 19:07

Hospital com mais de 190 mil exames laboratoriais

Avalie este item
(0 votos)

SAÚDE - Só no 1º semestre deste ano, Hospital da Criança Santo Antônio fez mais de 190 mil exames laboratoriais

São mais de 350 crianças atendidas diariamente no setor de emergência do hospital

Por Jamile Carvalho e Edson Ribeiro

De janeiro a junho deste ano, o Hospital da Criança Santo Antônio (HCSA), fez 191.638 exames laboratoriais. Os exames são demandados pelos atendimentos, onde mais de 9 mil crianças são atendidas no setor de emergência por mês. Muitas vêm dos 15 municípios do estado, áreas indígenas e regiões de fronteira com a Guiana e a Venezuela.

Para dar conta da alta demanda, entre 600 e 750 exames diários, o hospital conta com moderno laboratório com equipamentos de última geração e uma equipe de 75 técnicos especializados. São feitos os seguintes exames: hemograma completo, PCR, malária e os testes de covid-19, entre outros.

Uma média de 350 crianças são atendidas todos os dias na unidade hospitalar. Depois de fazer a ficha, os pacientes passam por uma triagem para saber a gravidade da situação, depois de atendida pelo médico, caso ele solicite a criança é encaminhada para o laboratório.

“Se o médico solicitar, a criança vai para o laboratório onde é feito a coleta do material e o resultado demora em média, duas horas ou no máximo três horas para ficar pronto. Se precisar de um raio X ou ressonância ela faz o exame e retorna ao consultório; se for num final de semana, feriado ou à noite ela pega a medicação e é liberada” explicou a diretora geral do hospital, Mareny Damasceno.

A mãe do pequeno Davi, 4 anos, Marcilene Almeida veio do município de Rorainópolis, sul do estado. Ela conta que sempre leva o seu filho para ser consultado e é bem atendida no Hospital Santo Antônio.

“O atendimento é excelente, eu não tenho do que reclamar. Todas as vezes que precisei, desde quando o Davi era bebê, fui bem atendida. A gente tem um atendimento de qualidade no município. Ainda bem, pois o Davi já tem o acompanhamento aqui há três anos. Hoje, por exemplo, ele já passou pelo ortopedista e foi encaminhado para o endócrino que vai olhar os exames hoje e o Davi retorna para o ortopedista” afirmou Marcilene.