Segunda, 12 Julho 2021 11:30

MAIS DE 2 MIL ATENDIMENTOS DE FORMA ITINERANTE

Avalie este item
(0 votos)

Fim de semana em 'Dia da Saúde Ocular',  onde a Secretaria de Saúde reforçou o compromisso de levar saúde nessa área para quem mais precisa, chegando ao Interior. As ações deste Projeto Saúde Itinerante ofertaram consultas com oftalmologistas e emissão de óculos para os casos indicados.

Desde a retomada do Projeto em maio deste ano, já foram realizados mais de 2 mil atendimentos oftalmológicos, sendo 1.289 consultas médicas e mais de 950 encaminhamentos para produção de óculos que são entregues aos pacientes no período de 30 dias após a consulta médica.

Ação Fundamental

Para o médico oftalmologista Marcelo Batista, que faz parte da equipe de especialistas que integra o Saúde Itinerante, promover a saúde ocular é fundamental, principalmente nas áreas de difícil acesso e, para todos os casos, a prevenção é o maior aliado e fundamental para evitar doenças graves.

“Uma visão saudável vem do cuidado com os nossos olhos, uma vez que boa parte das doenças nos olhos é causada pelo tempo ou pelo uso indevido de produtos sem consulta médica. Quando levamos o Saúde Itinerante, realizamos o atendimento preventivo e de tratamento, mas sempre reforçando os cuidados que todos devem ter desde cedo”, explicou.

O médico esclarece que a falta de cuidados oculares pode ocultar uma série de problemas na visão que o indivíduo já pode ter e/ou desenvolver com o passar dos anos, como miopia, retinopatia diabética, hipermetropia, astigmatismo, presbiopia, catarata, degeneração macular, glaucoma, entre muitas outras doenças.

“Além de realizar consultas regulares pelo menos uma vez no ano, é recomendado praticar alguns hábitos e cuidados que podem fazer toda diferença, para que no futuro não precise usar óculos ou passar por qualquer tipo de procedimento ocular”, completou.

Cuidados necessários para manter a saúde da visão

Para garantir a saúde da visão, é preciso manter cuidados importantes como evitar a exposição ao sol, o uso de cosméticos sem orientação médica, entre outras medidas que devem ser adotadas desde a infância.

De acordo com dados da OMS (Organização Mundial de Saúde), cerca de 50 milhões de brasileiros enfrentam algum tipo de distúrbio da visão. Desse total, pelo menos 60% dos casos estão relacionados à cegueira e deficiência visual, mas poderiam ter sido evitados se tivessem sido tratados no momento certo.

Consultas médicas em outras áreas também são disponibilizadas

Executado pelo DPSI (Departamento de Políticas de Saúde Itinerante), o Projeto disponibilizou consultas em outras áreas, incluindo ginecologista, cardiologista, pediatra, ortopedista, dermatologista e clínico geral. Em pouco mais de dois meses, já foram realizadas 3.397 consultas médicas. 

O Saúde Itinerante já passou pelos municípios de Boa Vista, Iracema, Rorainópolis, Amajari, Caracaraí, Alto Alegre, São João da Baliza, São Luiz, Caroebe, Normandia, Cantá, e nas vilas de Nova Colina, Vila Apiaú, Campos Novos, São José e Santa Rita.   

“O serviço especializado feito pela Saúde Itinerante tem levado muito mais que atendimento médico, tem levado soluções para a população que mora distante da capital, tem diminuindo o tempo de espera por atendimento, promovendo saúde e dignidade para a população. Por meio do Governo de Roraima, iremos continuar alcançando ainda mais pessoas”, finalizou o diretor do DPSI, Diego Mota.

 

 

...

Secom Gov de RR