Terça, 08 Junho 2021 06:57

DECRETO DE EMERGÊNCIA PELAS CHEIAS DE RR

Avalie este item
(0 votos)

O governador do Estado, Antonio Denarium, decretou nesta segunda-feira, dia 7, situação de emergência em nove municípios de Roraima afetados pelas chuvas. O decreto terá validade de 180 dias a contar do dia 7 de junho de 2021.

Foram contemplados os municípios de Bonfim, Cantá, Caracaraí, Caroebe, Normandia, Rorainópolis, São João da Baliza, São Luiz e Uiramutã. Nos demais municípios, seis ao todo, equipes da Defesa Civil realizam monitoramento diário.

Conforme o decreto, o boletim climatológico do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), para os meses de julho, agosto e setembro “prevê uma precipitação pluviométrica acima dos padrões climatológicos em Roraima e que o Estado vivencia um aumento progressivo do volume de chuva”.

ELEVOU NO AM, INUNDOU RR

O aumento do nível dos Rios e Igarapés em Roraima é resultado da combinação de duas ações naturais. A primeira é a elevação dos Rios no Amazonas e a segunda é as fortes chuvas verificadas no Norte de Roraima, principalmente nas cabeceiras dos rios afluentes do Rio Branco.

Os municípios contemplados pelo decreto estão isentos de fazer licitação para contratar empresas de serviços que sejam necessários "às atividades de resposta ao desastre, de prestação de serviços e de obras relacionadas com a reabilitação dos cenários dos desastres".

No decreto, o governador Antonio Denarium afirma que em razão do acúmulo de chuvas há um elevado vazamento de água de drenagens e transbordo, causando "danos às infraestruturas como pontes, estradas e vicinais, o que gera dificuldades de tráfego nessas vias, escoamento de produção e acesso a hospitais e vilas".

Diante da situação de calamidade, os órgãos estaduais estão autorizados, ainda, a atuarem em ações de prevenção, resposta a desastre, reabilitação e reconstrução de cenários em decorrência das enxurradas, determina o decreto.

PLANO DE CONTINGÊNCIA

Antes mesmo de decretar estado de emergência, o governador Antonio Denarium, preocupado com as fortes chuvas e com as alagações e a interrupção de algumas estradas, já tinha organizado juntamente com a Defesa Civil, um plano de contingência por conta do inverno mais rigoroso, para fazer atendimento para as pessoas e comunidades que ficarem isoladas devido às fortes chuvas.

Os municípios de Normandia, Cantá, Bonfim e Rorainópolis estão em situação mais delicada nesse momento. As equipes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros estão auxiliando os moradores que já estão isolados nessas localidades.

As ações são executadas em todo o Estado, principalmente no interior, e vão desde vistorias em locais onde ocorreram queda de pontes e o transbordamento de rios sobre trechos de vicinais, até o resgate de pessoas e Além de fazer a travessia das pessoas com embarcações, o governo de Roraima também está levando comida e atendimentos médicos a quem precisa. A Defesa Civil monitora a situação em todo o Estado.

FORTES CHUVAS

Roraima está perto de atingir marca histórica de 2012. O inverno em Roraima compreende os meses de abril a setembro, mas até o fim do mês de maio já choveu aproximadamente 60% do que choveu no período utilizado como referência da maior cheia histórica de Roraima, no ano de 2012.

Segundo o Boletim da Femarh (Fundação Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos), a média histórica durante o período chuvoso em Boa Vista é 1678,6mm. Até o momento, nos cinco primeiros meses de 2021, o acumulado de precipitação é de 1071,9mm.

De acordo com o Sipam (Sistema de Proteção da Amazônia), a previsão é de precipitação acima da normal para o trimestre de junho, julho e agosto. Os níveis dos recursos hídricos em Roraima estão bastante elevados, tomando como parâmetro o rio Branco, principal afluente, que atingiu no dia 7 de junho a cota de 8,32m na Capital e 9,07m em Caracaraí.

ALERTA

O Governo de Roraima alerta à população que reside às margens dos rios e igarapés para possíveis elevações rápidas dos níveis de água. Chuvas nas cabeceiras dos rios geralmente não são percebidas e podem elevar rapidamente o nível das águas.

O Governo reforça o pedido para que os condutores tenham atenção redobrada durante os deslocamentos pelas BRs, RRs e vicinais, recomendando a todos que não tentem realizar a travessia de trechos onde há transbordamento.

Moradores de encostas de serras devem ficar atentos a possíveis deslizamentos de terra. A recomendação é que, se possível, deixem as residências principalmente durante chuvas intensas. As equipes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil de Roraima estão em campo diariamente realizando vistorias e ações emergenciais por todo o Estado.

 

..

SECOM GOV DE RR