Sábado, 06 Fevereiro 2021 09:46

JUSTIÇA QUER SABER DOS CARGOS NA ALE

Avalie este item
(0 votos)
NO PASSADO, O POVO COBRAVA OS CARGOS PROMETIDOS POR JALSER NO PASSADO, O POVO COBRAVA OS CARGOS PROMETIDOS POR JALSER

OS APERTOS JUDICIAIS, REINICIAM JUNTO AO PODER LEGISLATIVO, E hoje isto só é possível porque a Justiça, bem como o Ministério Público, está mais aliviada e sem mais uma pressão enojante, corruptiva que vivia quando a Assembleia Legislativa de Roraima- ALE/RR - era comandada pelo deputado Jalser Renier. Agora, sob o comando de um grupo representado pelo deputado Sampaio, o parlamento está em fase de limpeza de contratos suspeitos, e toda a sujeirada de cargos em excessos, em desrespeito à lei.

Daí, hoje vermos que a Vara da Fazenda Pública determinou ao novo presidente da ALE, que em 72horas, que começou prazo a contar desde a última quinta, para que seja informado sobre os cargos comissionados irregulares, que foram apontados em ação civil pública movida conjuntamente pelo MPRR (Ministério Público do Estado de Roraima) e MPT (Ministério Público do Trabalho).

JÁ EM TRATATIVAS

A ALE está passando por um processo de depuração e exonerações em cargos de chefia acontecem para justamente o presidente Sampaio possa dar o rumo de ética e maior transparência que a Casa doPovo não vive há décadas.

Diante, disto, a ALE informou à Justiça que a Ação Civil Pública em vogue ainda se encontra em fase de finalização, e no último dia 2 de fevereiro, a ALE publicou Resolução de Exoneração Coletiva dos cargos comissionados para readequações no seu quadro de pessoal, para assim continuar trabalhando na possibilidade de celebração de um acordo.

O que a Vara da Fazenda quer, bem como toda a sociedade roraimense é sabe o grau de disparidade existente hoje no parlamento estadual entre a quantidade de servidores efetivos e a de servidores comissionados.

Agora é esperar para ver o quanto de podre era corrompida esta ALE, que hoje vive um novo sentimento dividido pelo povo, chega de corrupção!