Quinta, 28 Maio 2020 15:17

GOVERNO ENTREGA MAIS MASCARAS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL EM RORAIMA

Avalie este item
(1 Votar)

Por Governo Federal

Imigrantes venezuelanos que estão em Roraima, atendidos pela Operação Acolhida, receberam dez mil máscaras de proteção individual e material informativo sobre o novo coronavírus, em espanhol e línguas indígenas. O trabalho do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MDH) conta com a parceria da embaixada venezuelana.

“Eles [os imigrantes] chegam aqui sem condição nenhuma e recebem todo o apoio já na entrada: vacinação, documentação, apoio da assistência social. A Operação Acolhida é um programa sem igual no mundo inteiro. Ouvi agora de um representante da embaixada da Venezuela que em nenhum país do mundo os imigrantes venezuelanos são tão bem recebidos”, relatou o titular da Secretaria Nacional de Proteção Global, Alexandre Magno. 

Magno e o secretário adjunto de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Esequiel Roque, permanecerão na capital, Boa Vista, para conhecer mais a situação da população do estado, com foco nos imigrantes indígenas venezuelanos. 

“Existem vários programas do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos que são executados localmente, e alguns deles queremos trazer para Roraima. Nosso objetivo aqui é poder fazer essas parcerias, iniciar a assinatura de acordos para que possamos estar cada vez mais próximos aqui desse governo”, disse o secretário Alexandre Magno. 

Na programação, constam, ainda encontros com autoridades locais para apresentar ações e discutir iniciativas para a proteção de direitos humanos de roraimenses e imigrantes. 

Nesta quinta-feira (28), as reuniões serão com os secretários de estado do Trabalho e Bem Estar Social, e da Justiça e Cidadania. No sábado (30), a comitiva participará de reunião com representante do Ministério Público Federal. 

“Vamos nos encontrar amanhã com secretários de estado aqui na capital para verificar várias situações e reforçar as parcerias do Ministério e do Governo Federal com o governo estadual”, informou Magno. 

De acordo com o Ministério, a viagem é parte da estratégia da Secretaria Nacional de Proteção Global de aproximação entre o Governo Federal e os governos estaduais, como forma de reconhecer necessidades e prestar assistência direta aos outros entes da Federação.