Sábado, 11 Abril 2020 11:58

DOAÇÃO DE SANGUE PARA AJUDAR MANTER O ESTOQUE

Avalie este item
(1 Votar)

Por Ministerio da Defesa

Com a orientação dos órgãos de saúde de isolamento social, a doação de sangue teve quedas expressivas. Só no Hemocentro do Rio de Janeiro (HemoRio), a queda já é de 35%. Para ajudar a manter os estoques de sangue, 1200 militares das Forças Armadas vão fazer doações de sangue. 

As doações de sangue são muito importantes em outras situações de emergência não relacionadas a Covid-19. Desde segunda-feira, uma ação das Forças Armadas busca compensar essa situação. Mil e duzentos militares se voluntariaram para reforçar a reserva de sangue.  Somente no primeiro dia, foram coletadas 116 bolsas. Na Região Norte, em Porto Velho (RO), militares fazem doação coletiva de sangue. Em Brasília, a ação foi realizada pelo Comando Conjunto Planalto para o Hemocentro de Brasília. 

“São jovens que há menos de um mês entraram no quartel pelo serviço militar obrigatório, mas foram totalmente voluntários em realizar essa doação para, mais uma vez, apoiar a nossa população” ressalta o Coronel do Comando Conjunto do Leste, Carlos Rêgo Barros.

“Há separação e distanciamento para as pessoas não ficarem aglomeradas, por tanto o risco de contaminação é muito baixo. As pessoas devem doar sangue, pois se continua a demandar.” afirma o médico Vicente Jannuzzi. 

Além de ajudar a abastecer os bancos de sangue nos próximos dias, a ação também é um exemplo para toda a população. Afinal, é possível seguir as recomendações de distanciamento e doar sangue com segurança.