Quinta, 28 Julho 2022 12:48

ASSIM FICA MAL, NÉ DI CAPRIO! ACORDA!

Avalie este item
(0 votos)

Bolsonaro rebate DiCaprio após publicações sobre Amazônia: ‘Você de novo, Léo?’

Presidente fez uma série de publicações questionando as preocupações ambientais do ator e afirmando que o ativista se tornará seu ‘melhor cabo eleitoral’

  • Por Jovem Pan

O presidente Jair Bolsonaro (PL) usou as redes sociais nesta quarta-feira, 27, para responder, em inglês, uma recente declaração do ator e ambientalista Leonardo Dicaprio. “Você de novo, Léo? Assim, você se tornará meu melhor cabo eleitoral, como dizemos no Brasil!”, iniciou o mandatário em uma série de publicações feitas do Twitter. Nas mensagens, ele questiona a preocupação ambiental e faz críticas ao ativista, afirmando que Dicaprio quer “mudar o mundo inteiro, mas nunca a si mesmo”.  “É estranho ver um cara que finge amar o Planeta dando mais atenção ao Brasil do que aos incêndios que prejudicam a Europa e seu próprio país. Alguém pode se perguntar se você é obcecado pelo meu país (ou seus recursos) ou se acredita que o Brasil é o único na Terra”, continuou o presidente. Ele também pontuou que o Brasil é a nação que mais preserva do mundo, citando queda no desmatado médio e preservação de “mais de 80% de nossa vegetação nativa”.

“Você pode continuar brincando com seus brinquedos de estrelas de Hollywood enquanto fazemos nosso trabalho”, disse Bolsonaro, que também pediu que o ator pare de espalhar informações erradas. Ele alega que, no passado, Leonardo DiCaprio usou uma imagem de 2003 para falar sobre incêndios florestais na Amazônia. “Mas eu o perdoei”, concluiu o presidente.  A publicação do ator que motivou a resposta de Bolsonaro foi o compartilhamento de um vídeo, que cita como fonte o MapBiomas, que mostra pontos de desmatamento no Brasil, acompanhado da mensagem: “Qual a extensão do desmatamento na Amazônia, um dos lugares mais importantes do planeta para pessoas e vida selvagem? De acordo com este mapa revelador do MapBiomas  somente nos últimos 3 anos a região foi duramente atingida pelo desmatamento ilegal nas mãos da indústria extrativa”, escreveu o ator, que não se posicionou sobre as declarações de Bolsonaro.