Quarta, 01 Junho 2022 19:47

ENTRE FARPAS POSSÍVEL CONSELHO DE ÉTICA

Avalie este item
(0 votos)

Lira bate boca com Glauber Braga e ameaça levá-lo ao Conselho de Ética

Discussão aconteceu após o deputado do PSOL questionar se o presidente da Casa não ‘tem vergonha’ de apoiar a privatização da Petrobras

  • Por Jovem Pan

O presidente da Câmara, Arthur Lira, discutiu com o deputado federalGlauber Braga (PSOL) durante sessão plenária nesta terça-feira, 31. No início da fala de Braga, o parlamentar questionou se o presidente não teria vergonha de apoiar a privatização da Petrobras, o que irritou Lira. “Vou abrir de novo [o microfone], se você faltar com respeito lhe corto o microfone. O senhor está muito mal acostumado nesta Casa. Não tem palavra Vossa Excelência. Não tem a palavra, não tem nem pela liderança. O senhor não tem respeito a ninguém aqui. Tem que ter decoro neste plenário, rapaz”, disse o presidente, negando a fala ao deputado do PSOL. A discussão aconteceu quando os parlamentares acompanhavam as orientações dos partidos. Na pauta, estava uma medida provisória que trata de incentivos para o setor petroquímico. Com o bate boca, Glauber Braga insistiu em ter a palavra, que foi quando o Arthur Lira ameaçou retirá-lo do plenário e acionar o Conselho de Ética.

"O senhor não tem direito regimental, deputado Glauber, e não vai tumultuar a sessão sozinho. Vossa Excelência, pelo que disse aqui, vai responder no Conselho de Ética. O senhor se defende lá. Vou fazer um aviso e ele pode fazer o Carnaval que quiser, se ele continuar faltando com respeito com a Casa e com qualquer deputado, usarei de medidas mais duras para retirá-lo do plenário. Não pense que tenho medo de Vossa Excelência”, completou. Minutos mais tarde, Glauber Braga subiu à tribuna e voltou a criticar Arthur Lira por falas favoráveis à privatização da Petrobras.

“É pecado perguntar se o senhor não tem vergonha? Lamentável não é a minha indignação, lamentável é o senhor se sentir à vontade, para no ano de 2022, utilizar do poder que tem como presidente da Câmara para entregar o patrimônio brasileiro, fingindo que está fazendo um bem para a população brasileira. Independente da palavra que use nessa tribuna, o resultado é o mesmo. Fazer uma votação dessa por maioria simples no plenário é crime que lesa a pátria e pergunto: o senhor não tem vergonha?”, afirmou Glauber Braga, que recebeu resposta de Arthur Lira: “Tenho vergonha de fazer parte do mesmo parlamento que Vossa Excelência faz”, finalizou o presidente da Casa.