Sexta, 06 Maio 2022 10:55

'BAIXINHO' PARTE PRA CIMA, E EX BOLSONARO DE SUPLENTE

Avalie este item
(0 votos)

Ex-mulher de Jair Bolsonaro deve ser suplente de Romário em disputa pelo Senado

Composição é tentativa de agradar ala mais conservadora da legenda no Rio de Janeiro, que gostaria de ter outros nomes na disputa pela vaga, como Daniel Silveira ou Eduardo Pazuello

  • Por Jovem Pan
Romário atualmente é senador da República pelo Partido Liberal

O Senador Romário (PL-RJ) pode ter uma nova parceria para tenta se reeleger ao Senado Federal na eleição de 2022: Rogéria Bolsonaro, ex-mulher do presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), poderia ser a primeira suplente numa chapa do ex-jogador de futebol. Ela é a mãe de Carlos, Eduardo e Flávio Bolsonaro.

Romário pensou em sair do Partido Liberal, porque não tinha certeza de que seria o escolhido da legenda para concorrer ao cargo pelo Rio de Janeiro, mas desistiu ao obter a garantia da cúpula da sigla. A decisão desagradou uma ala mais e Bolsonarista do PL, que é o mesmo partido do presidente e do governador do RJ, Claudio Castro. Essa ala mais conservadora queria outros nomes como o deputado federal Daniel Silveira e até mesmo o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

Para ela, Romário não está muito alinhado com a pauta conservadora: religião e família, por exemplo. A indicação de Rogéria Bolsonaro para ser a primeira suplente de Romário seria uma tentativa de uma composição para agradar à ala mais conservadora. No Rio de Janeiro, o governador Claudio Castro tem evitado aparecer ao lado de Romário publicamente por ser muito próximo do presidente da Assembleia Legislativa do Estado, André Ceciliano (PT), que também pretende se lançar ao Senado Federal em 2022.