Sexta, 06 Maio 2022 10:54

FUNAI REBATE 'ACUSAÇÃO' DE INDÍGENAS

Avalie este item
(0 votos)

Funai diz que não há sinais de violência contra Yanomamis e que ‘narrativas’ podem trazer prejuízos ao Brasil

Presidente da fundação, Marcelo Xavier afirma que o governo teme que denúncias dificultem a aprovação do projeto que autoriza mineração em terras indígenas

  • Por Jovem Pan

O presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Marcelo Xavier, afirmou que não há sinais de violência contra os indígenas Yanomamis em Roraima. Em entrevista ao programa Headline, da Jovem Pan News, ele ressaltou que o governo quer dar respostas sobre o suposto desaparecimento da aldeia, mas precisa de tempo para investigação. “Nós temos outros casos em que houve a divulgação de fatos, em que se cria toda uma narrativa, inclusive a nível internacional, com prejuízo ao Brasil, às commodities brasileiras. Quando vai se averiguar o fato, ele simplesmente não existe”, afirmou Xavier.

Na semana passada, um representante indígena denunciou que uma criança yanomami teria sido morta e estuprada por garimpeiros. Depois disso, houve relatos de que a aldeia desapareceu. A pergunta “cadê os Yanomami?” passou a ser compartilhada por usuários e celebridades nas redes sociais. O caso é investigado pela Polícia Federal e pelo Ministério Público. O presidente da Funai afirmou que o engajamento do Supremo Tribunal Federal (STF) e da sociedade é importante para a apuração do ocorrido. Ele também lembrou que a briga com os garimpeiros no local se arrasta há décadas e é “de difícil solução”. Xavier disse ainda que o governo brasileiro teme que as denúncias dificultem a aprovação do projeto de autorização de mineração em terras indígenas.