Quinta, 17 Fevereiro 2022 08:47

TSE RESPONDE ÀS FORÇAS ARMADAS

Avalie este item
(1 Votar)

TSE divulga respostas às Forças Armadas sobre as urnas eletrônicas

Documento de 69 páginas traz esclarecimentos sobre questões técnicas, como auditoria, backup e segurança de software, além de um relatório de riscos dos últimos quatro anos

  • Por Jovem Pan

A Comissão de Transparência Eleitoral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) resolveu divulgar o documento com as respostas sobre o processo eleitoral enviado às Forças Armadas. Isso acontece após parte das perguntas serem vazadas. A decisão da divulgação aconteceu em acordo entre o presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, e os futuros presidentes, Edson Fachin e Alexandre de Moraes.

A justificativa é que as informações são de interesse público e não impactam na segurança cibernética da Justiça Eleitoral. O documento tem 69 páginas, sem contar os anexos. Ao todo, o TSE responde a 75 perguntas feitas pelas Forças Armadas.

Os primeiros questionamentos são sobre o organograma dos responsáveis pelas estruturas de tecnologia da informação; plano de gestão de riscos e relatório de riscos dos últimos quatro anos. Segundo o Tribunal, 712 riscos foram registrados neste período, sendo 257 deles classificados de nível alto e 68 crítico.

Na sequência, perguntas técnicas sobre auditoria, backup, versão dos sistemas, assim como segurança do software, são respondidas. O documento conclui que a arquitetura de segurança das urnas eletrônicas, combinadas com as exigências de cadeia de produção e demais avaliações, garantem que há segurança nas urnas, independentemente do fornecedor, componentes eletrônicos e da empresa contratada. O ministro Edson Fachin assume a presidência do TSE na próxima semana.