Quarta, 02 Fevereiro 2022 09:55

OAB COM PRESIDENTE NOVO

Avalie este item
(1 Votar)

Novo presidente da OAB toma posse com promessa de rechaçar ataques ao sistema eleitoral

José Alberto Simonetti também prometeu se opor às iniciativas de regulação e censura à liberdade de imprensa e de expressão, além de defender a democracia e o diálogo entre os Poderes

  • Por Jovem Pan

O novo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), José Alberto Simonetti, tomou posse do cargo nesta terça-feira, 1º de fevereiro, em Brasília. Ele vai substituir Felipe Santa Cruz, que deverá disputar as eleições em outubro. No discurso de posse, Beto Simonetti, como é conhecido focou nas eleições e afirmou que a OAB irá rechaçar ataques ao sistema eleitoral.

“A OAB rechaçará qualquer ataque ao sistema eleitoral. A OAB rechaçará iniciativas de regulação e censura à liberdade de imprensa e de expressão. A OAB rechaçará também a intimidação e a chantagem como método de investigação”, afirmou.

Simonetti também disse que a instituição cobrará uma disputa eleitoral limpa dos participantes: “Cobraremos dos candidatos o compromisso com uma eleição limpa, sem fake news e com respeito ao sistema eleitoral”. O novo presidente da OAB afirmou que haverá diálogo entre todos os poderes e instituições da República.

“Buscaremos o diálogo também com todos os atores políticos, independentemente de quem sejam eles. E, vejam só, não há democracia sem povo. E os representantes populares são os políticos. Não há, portanto, democracia sem política. O que vale para nós é a vida. Com o diálogo fraterno, tomando distância dos discursos de ódio, temos um compromisso inegociável com a democracia, com o debate plural, com o respeito à divergência e com a busca por consensos. Esse é e será o nosso papel. Estamos fechados com a liberdade em todas as suas esferas. Inclusive, principalmente, com as liberdades de expressão do pensamento, incluindo aí também a liberdade de imprensa”, pontuou. Simonetti foi candidato único na eleição da OAB. Ele vai ficar no cargo até 2025.