Segunda, 06 Dezembro 2021 11:49

CORRIDA PELA INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIENCIA

Avalie este item
(0 votos)

Em caso de cancelamento ou suspensão ainda será possível recuperar o dinheiro entrando com um recurso no site do governo federal. Para isso, é preciso cumprir a regra, seguindo um prazo de 30 dias corridos, a partir do momento em que o beneficiário foi comunicado sobre o cancelamento ou suspensão. Para quem já recebia o Bolsa Família, o Auxílio Brasil será pago automaticamente. Os cadastrados no CadÚnico, mas não recebia ainda o Bolsa Família, entrarão numa lista reserva e poderá começar a receber o Auxílio Brasil no futuro, caso se enquadre nas novas regras do programa. Quem não está no CadÚnico e deseja tentar passar a receber o benefício é necessário buscar o centro de referência em assistência social (CRAS) para fazer um novo registro. Nesse último caso, o governo federal pode não aprovar o recebimento do Auxílio Brasil, já que passará por uma nova avaliação. As família poderão saber se estão na lista de revisão cadastral por meio de mensagens nos comprovantes de pagamentos dos benefícios ou até mesmo nos postos da prefeitura que cuidam do cadastro único.

Em caso de cancelamento ou suspensão ainda será possível recuperar o dinheiro entrando com um recurso no site do governo federal. Para isso, é preciso cumprir a regra, seguindo um prazo de 30 dias corridos, a partir do momento em que o beneficiário foi comunicado sobre o cancelamento ou suspensão. Para quem já recebia o Bolsa Família, o Auxílio Brasil será pago automaticamente. Os cadastrados no CadÚnico, mas não recebia ainda o Bolsa Família, entrarão numa lista reserva e poderá começar a receber o Auxílio Brasil no futuro, caso se enquadre nas novas regras do programa. Quem não está no CadÚnico e deseja tentar passar a receber o benefício é necessário buscar o centro de referência em assistência social (CRAS) para fazer um novo registro. Nesse último caso, o governo federal pode não aprovar o recebimento do Auxílio Brasil, já que passará por uma nova avaliação. As família poderão saber se estão na lista de revisão cadastral por meio de mensagens nos comprovantes de pagamentos dos benefícios ou até mesmo nos postos da prefeitura que cuidam do cadastro único.