Quarta, 03 Novembro 2021 08:06

NOVEMBRO E O CÂNCER

Avalie este item
(0 votos)
Novembro Azul: crescimento do câncer de próstata acende alerta para a prevenção
 
O mês de novembro é integralmente dedicado para reforçar o alerta e a importância da conscientização a respeito de doenças masculinas, com ênfase na prevenção do câncer de próstata, por meio da campanha Novembro Azul. Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), a estimativa para 2022 é que 65.840 mil homens sejam diagnosticados com a doença no Brasil. No  Amazonas, até o fim deste ano, 480 novos casos podem ser confirmados.
 
Em valores absolutos e considerando ambos os sexos, é o segundo tipo mais comum, depois do câncer de pele. A taxa de incidência é maior nos países desenvolvidos em comparação aos países em desenvolvimento. De acordo com o urologista da UroCentro, Flávio Antunes, é importante chamar a atenção dos homens já que o câncer de próstata, nas fases iniciais, não apresenta sintomas.
 
"O objetivo da campanha Novembro Azul é chamar a atenção dos homens para a prevenção do câncer de próstata, que é uma das doenças mais comum nos homens e o segundo câncer que mais mata.  O homem precisa fazer o exame de forma preventiva, mesmo sem apresentar sintomas porque no início da doença fica mais fácil fazer o tratamento. Quando o câncer é tratado desde o início, a chance de cura é muito alta", ressalta o médico.
 
Exames
 
Dois exames iniciais têm grande importância para o diagnóstico da doença: o exame de sangue, por meio do Antígeno Prostático Específico (PSA), e o exame de toque retal. A próstata é uma glândula que só o homem possui e que se localiza na parte baixa do abdômen. Ela é um órgão pequeno, tem a forma de maçã e se situa logo abaixo da bexiga e à frente do reto (parte final do intestino grosso). A próstata envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina armazenada na bexiga é eliminada. A maioria dos tumores cresce de forma tão lenta que não chega a dar sinais durante a vida e nem a ameaçar a saúde do homem. E os principais sintomas aparecem justamente no ato de urinar, mas só quando a doença está em estágio mais avançado.
 
"Os sintomas quando aparecem estão em uma fase mais avançada, então não espere aparecer alguma dor para buscar ajuda. Embora comum, por medo ou desconhecimento, muitos homens preferem não conversar sobre esse assunto. O homem precisa fazer exames periódicos, assim como fazem as mulheres. O que eu percebo é que o homem, na maioria das vezes, quando procura um atendimento preventivo é porque foi incentivado por alguma mulher da família, seja a esposa ou filha. No entanto, essa busca precisa ser algo comum", destaca Flávio Antunes.
 
Atenção aos sintomas
 
Entre os principais sintomas do câncer de próstata estão: dor e ardência ao urinar, o aumento da frequência para urinar, o homem passa a fazer muita força para urinar e o jato da urina fica mais fino. Em situações mais graves há presença de sangue na urina. O especialista destaca que a idade é um fator de risco importante, uma vez que tanto a incidência quanto a mortalidade aumentam significativamente após os 50 anos. Outro fator importante são os fatores genéticos (hereditários), assim como os hábitos alimentares ou estilo de vida de risco de algumas famílias.
 
"Excesso de gordura corporal aumenta o risco de câncer de próstata avançado. Exposições a produtos cancerígenos comuns nas indústrias química, mecânica e de transformação de alumínio, arsênio, produtos de petróleo, motor de escape de veículo, fuligem e outros estão associadas ao câncer de próstata”, diz o urologista.
 
Uma pesquisa do Inca, os profissionais mais expostos a esse tipo de câncer são os que atuam na fundição de metais ferrosos; tratamento de madeira; indústria de eletrônicos; fabricação de vidro; produção e aplicação de agrotóxicos; produção e aplicação de inseticidas; produção e aplicação de cádmio; produção de baterias e pilhas; produção de materiais a base de PVC; radiologia, mineração, produção de borracha; atividades noturnas e bombeiros.
 
 
...
 
BS2 Comunicação Estratégica