Terça, 31 Agosto 2021 03:57

AgNORTE em missão com Calha Norte

Avalie este item
(0 votos)

POR MARLEN LIMA

Numa primeira missão jornalística de um site de notícias de RR e AM, o AgênciaNorte segue nesta cobertura junto a um dos mais exitosos programa militar, do Ministério da Defesa, o Programa Calha Norte, que tem beneficiado centenas de comunidades na Amazônia, tanto militares, indigena, bem como toda população interiorana dos municípios de fronteira.

Saindo de Brasília, na madrugada de 31/8, da Base Aérea de Brasília, a comitiva de imprensa, tendo 15 jornalistas, vai ver de perto todo o trabalho sendo feito pelo Programa Calha Norte (PCN).

Salienta-se que a Amazônia com toda sua imensidão, climas, e geografia única, conta ainda com uma população que vive numa região em que as dificuldades especialmente de transporte são enormes, e este PCN surge como um alento para estes povos, onde se pode ver que é possível levar qualidade de vida a todos quando há planejamento, foco, e diante disto oferecer ao povo amazônida o direito de ter acesso a estruturações essenciais para o seu melhor desenvolvimento.

BSB - NORTE

De Brasília o voo segue direto para Manaus, onde a imprensa se encontra como general Potti, comandante do PCN, que fará uma explanação deste papel do Calha Norte, onde será apresentado o quanto este programa tem contribuído para o fortalecimento econômico e social da região amazônica. 

Após esta primeira parada na Capital amazonense, dia 31, a comitiva do PCN segue para os municípios de Tefé.

No dia seguinte, a próxima parada é São Gabriel da Cachoeira, ainda no Amazonas. No segundo dia de viagem, dia 1/9, a parada será Cruzeiro do Sul, no Acre.

FEIRA EXEMPLAR

Em Tefé, onde todos passarão o pernoite do dia 31, será apresentado à Feira Municipal, recursos que foram do PCN, onde este espaço foi totalmente refeito, podendo dar melhor apresentação, distribuição dos produtos dos comerciantes, oferecendo melhor qualidade, além de servir como um local essencial de abastecimento da cidade, e daquela região, bem como se tornando polo turístico.

De Tefé, no dia 1, a comitiva segue numa visita à comunidade indígena de Iauaretê, no 1o Pelotão de Fronteira do Exército, em São Gabriel da Cachoeira, onde vivem cerca de 3 mil indígenas de oito etnias. Mais um pernoite, desta vez num batalhão militar, para no dia seguinte seguir para Cruzeiro do Sul, no Acre.

Ao fim do dia 2/9, as comitivas de imprensa e de convidados do PCN saem de Manaus em retorno a Brasília.

Deste trabalho, o que já pode ter uma certeza é que o PCN além de contribuir para a economia desta região, certamente a mais cobiçada do mundo, a Amazônia, tal programa militar beneficia com seus recursos que são possíveis fazer obras de infraestrutura, atendimentos à saúde e ainda atividades educacionais, psicossociais, esportivas e culturais.