Sexta, 27 Agosto 2021 22:10

Presidente e marco temporal de terras indígenas

Avalie este item
(0 votos)

‘Vai causar sérios transtornos’, diz Bolsonaro sobre marco temporal de terras indígenas

Presidente afirmou que medida pode dobrar demarcação de terras e causar consequências econômicas, como aumento da inflação

  • Por Jovem Pan

O presidente Jair Bolsonaro se manifestou contra uma possível reinterpretação do marco temporal para demarcações de terras indígenas. Em sua live desta quinta-feira, 26, o chefe do Executivo disse que foi informado pela ministra da Agricultura, Tereza Cristina, que a iniciativa poderia dobrar a ocupação de terras indígenas, causando consequências econômicas e “sérios transtornos”.

“Se for reinterpretado o marco temporal, segundo a ministra Tereza Cristina, podemos dobrar o número de terras indígenas demarcadas. Isso aí vai inviabilizar, vai causar sérios transtornos para todos nós aqui no Brasil”, disse.

Supremo Tribunal Federal (STF) começou a julgar o marco temporal nesta quinta-feira, 26, e deve retomar a análise na próxima semana. O projeto prevê que os indígenas só tenham o direito de reivindicar localidades em que já estavam estabelecidos antes da promulgação da Constituição de 1988.

“A gente espera que o STF não reinterprete o marco temporal, porque se começarmos a termos problemas para produzir, vão ter problemas na balança comercial e a inflação de alimentos — que sim, existe — vai aumentar mais ainda. E o que é pior, pode ter o desabastecimento”, afirmou Bolsonaro. Mais de seis mil indígenas estão acampados em Brasília para protestar contra a medida.