Terça, 02 Agosto 2022 09:09

Varíola do macaco, primeiro caso com mulher

Avalie este item
(0 votos)

DF tem a primeira mulher infectada com a varíola do macaco; agora são 38 casos...Há ainda 97 ocorrências em análise; 12 foram descartadas; doença é transmitida por meio do contato próximo com pessoas infectadas

POR Vanessa Marques, do R7, em Brasília
 

Pela primeira vez, uma pessoa do sexo feminio foi diagnosticada com a varíola do macaco no Distrito Federal. A informação foi confirmada pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde do DF, nesta segunda-feira (1°). De acordo com o órgão, agora são 38 casos confirmados da doença na capital federal.

Além das confirmações, há 97 casos em análise no centro, e 12 foram descartados. Os infectados têm entre 20 e 59 anos. De acordo com a Secretaria de Saúde, as regiões com maior ocorrência, até o momento, são Plano Piloto, Guará e Águas Claras.

 

Situação dos casos de varíola do macaco no DF

Situação dos casos de varíola do macaco no DF

 

A doença é causada por um vírus e transmitida por meio do contato próximo com uma pessoa infectada. Objetos, tecidos (roupas, roupas de cama ou toalhas) e superfícies utilizadas pelo infectado também podem transmitir a varíola do macaco.

Segundo a Secretaria de Saúde, o primeiro caso de varíola do macaco foi confirmado em julho deste ano no DF. A pasta informou que "os principais sintomas são febre e erupção cutânea, mas as pessoas também podem apresentar calafrios e linfadenopatia [inchaço em pequenas glândulas], especialmente, em regiões perto do pescoço".

Vacina no Brasil

Brasil vai receber 50 mil doses da vacina contra a varíola do macaco no primeiro lote distribuído pela Organização Mundial da Saúde (OMS) às Américas. No total, os países da região serão contemplados com 100 mil imunizantes. As doses serão adquiridas por meio da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas).