Quarta, 27 Julho 2022 09:39

SENADOR TEM CANDIDTURA OFICIALIZADA

Avalie este item
(0 votos)

Em convenção, Novo aprova apoio à candidatura de Reguffe ao GDF

Diretório regional da legenda também oficializou indicação do advogado Paulo Roque ao Senado Federal

 POR Jéssica Moura, do R7, em Brasília
 
Convenção do partido Novo no DF

O partido Novo oficializou o apoio à candidatura do senador Antônio Reguffe (União Brasil) ao Governo do Distrito Federal. O anúncio foi feito na noite de segunda-feira (25), durante a convenção do diretório regional da legenda, em Brasília. No encontro, também foi oficializada a candidatura do advogado Paulo Roque ao Senado.

"Temos a chance de mudar a matriz econômica da cidade e fazendo cooperação com político que detém o respeito da população", avaliou o presidente regional do Novo, Nélio Domingues.

O partido aprovou também a candidatura de cinco nomes para a Câmara dos Deputados e 18 para a Câmara Legislativa do DF, escolhidos após um processo seletivo que durou um ano. 

Os filiados ao Novo ainda aprovaram a possibilidade de coligação da legenda com outras siglas, como Podemos, PSDB e Cidadania, e PSC. A definição depende da deliberação nas convenções partidárias. Com a coligação, os partidos disputam juntos as eleições para cargos majoritários. Durante o pleito, eles funcionam como se fossem uma só sigla.

Pesquisa

Uma pesquisa de opinião da Real Time Big Data divulgada nesta segunda mostra Reguffe como segundo colocado na preferência dos entrevistados, com 21% das intenções de voto, logo atrás do atual governador, Ibaneis Rocha (MDB), que obteve 35% das indicações no levantamento estimulado.

Reguffe deve ser confirmado como o candidato do União Brasil em 4 de agosto, a um dia do fim do prazo definido pela Justiça Eleitoral para a realização das convenções partidárias, justamente para consolidar as alianças políticas.

Um dos apoios cobiçados pelos partidos é o de Paco Britto, vice-governador e presidente do Avante. Ele não vai compor a chapa com Ibaneis, que escolheu a deputada federal Celina Leão (PP) como candidata a vice. Na convenção do Avante na segunda-feira (25), o presidente do União Brasil, Manoel Arruda, estava entre os presentes.

Nas convenções, os nomes que disputarão as eleições de outubro são oficializados pelas siglas. O prazo para a realização das convenções começou a valer em 20 de julho. A Lei das Eleições permite que os encontros sejam feitos em formato presencial, virtual ou híbrido, mesmo que essas opções não estejam no estatuto da legenda.

 

Depois das convenções, os partidos no DF têm até 15 de agosto para registrar no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) os nomes dos escolhidos para concorrer aos cargos de governador e vice-governador, senador, deputado federal e distrital. Com isso, no dia seguinte, a campanha eleitoral está liberada.