Terça, 12 Julho 2022 09:00

SINTOMAS DE COVID?

Avalie este item
(0 votos)

Tem sintomas de covid? Saiba onde você pode fazer o exame

Ampla testagem é realizada na UBS 1 da 612 Sul e na Rodoviária do Plano Piloto. Mais de 399,5 mil testes estão disponíveis

POR Agência Brasília*

 

A população do Distrito Federal conta com dois pontos de ampla testagem para o teste de covid-19. Os locais são a Unidade Básica de Saúde 1 da Asa Sul (612 Sul) e a Rodoviária do Plano Piloto. Esses espaços atendem a qualquer pessoa que deseja fazer o exame RT-PCR na rede pública. No momento, a Secretaria de Saúde tem em estoque 399.582 testes rápidos para detecção de antígeno da doença.

Cerca de 200 pessoas passam diariamente pela UBS 1 da Asa Sul. A gerente da unidade, Ana Tereza Bezerra, ressalta que os exames são realizados apenas em pessoas com sintomas ou que tiveram contato com alguém com covid-19. “É recomendado que o teste seja feito entre o terceiro e o sétimo dia de sintomas”, destaca.


Orientação da Secretaria de Saúde é que todas as 175 UBSs façam a testagem: nessas unidades, o exame é direcionado à população que mora na área de abrangência do local | Foto: Tony Winston / Agência Saúde

Na unidade da 612 Sul, o atendimento para testagem é das 8h às 17h e das 18h às 22h. Na Rodoviária do Plano Piloto, os exames estão disponíveis das 8h às 17h e, em média, 240 pessoas são testadas diariamente.

A orientação da Secretaria de Saúde é que todas as 175 UBSs façam a testagem. Nessas unidades, o exame é direcionado à população que mora na área de abrangência do local. Para descobrir qual é a unidade de referência, o morador do DF deve buscar o CEP neste link.

Vacinação

A pessoa que testar positivo, mesmo estando assintomática, precisa esperar 30 dias a partir do resultado para tomar a vacina. Quem teve sintomas precisa contar 30 dias a partir do primeiro deles, antes de se imunizar.

Infectologista do Centro de Doenças Infecciosas do DF (Cedin), Joana D’Arc Silva reforça que a redução de hospitalização e mortalidade só foi possível após a intensificação da vacina.

Segundo a especialista, a vacina é a responsável por quebrar a cadeia de transmissão da doença. “Por meio das vacinas, conseguimos controlar, eliminar e erradicar doenças infecciosas que assolaram a humanidade. Não corra o risco de adoecer. Essa decisão está em suas mãos”, ressalta.

*Com informações da Secretaria de Saúde